Deputado José Carlos Aleluia critica duramente conclusão da CPI da Petrobras

José Carlos Aleluia: “O relatório da CPI da Petrobras é uma vergonha. É um relatório de cafajestes, de moleques. Deveria ser queimado”.

José Carlos Aleluia: “O relatório da CPI da Petrobras é uma vergonha. É um relatório de cafajestes, de moleques. Deveria ser queimado”.

“O relatório da CPI da Petrobras é uma vergonha. É um relatório de cafajestes, de moleques. Deveria ser queimado”, disse o deputado federal José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas, sobre o documento aprovado com as conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou os escândalos da Petrobras e isentou todos os políticos envolvidos. A declaração do líder oposicionista foi dada em entrevista a Uziel Bueno, na rádio Vida FM, na manhã desta sexta-feira (23/10/2015).

“São fatos dessa natureza que reforçam a descrença da população com o parlamento”, afirmou Aleluia com relação ao resultado da CPI da Petrobras. Para ele, o Congresso vive um momento muito ruim com o envolvimento dos presidentes Eduardo Cunha, da Câmara, e Renan Calheiros, do Senado, em escândalos. “Para piorar, ainda há a situação lastimável da presidente da República, Dilma Rousseff, sem nenhuma credibilidade. A esperança do povo brasileiro se deposita hoje no Poder Judiciário”.

Aleluia foi taxativo: “A roubalheira não pode continuar”. O deputado democrata demonstrou convicção de que a presidente Dilma não vai concluir o mandato dela. “Ela está arruinando o Brasil. A economia nacional vai encolher 3% este ano e, com Dilma no governo, vai ficar pior ainda no ano que vem. O povo não aguenta mais tanta incompetência. O desemprego já bateu a casa dos 15%. Milhões de trabalhadores foram pra rua. O agronegócio é o que ainda segura a economia brasileira”.

A presença de Lula na Bahia nesta sexta-feira não passou incólume por Aleluia. “Lula e Dilma são farinha do mesmo saco. Lula perdeu popularidade na Bahia, porque os baianos compreenderam que Lula usou a presidência para enriquecer os familiares dele”. O presidente do Democratas citou o esquema montado no governo de Lula para a venda de medidas provisórias, cuja propina foi destinada a Lulinha, filho do ex-presidente.

Quando indagado por um ouvinte taxista sobre a legalidade da exigência de vistoria veicular periódica a esses profissionais pelo Detran-BA, Aleluia respondeu que sua assessoria jurídica já esta estudando o caso. “No meu entendimento, o Detran-BA não tem competência para legislar sobre o assunto no caso dos taxistas também”.

Aleluia disse que está acompanhado de perto em Brasília o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) pela inconstitucionalidade da portaria do Detran-BA que instituiu a cobrança das vistorias periódicas. “Logo que seja publicado o acórdão do Supremo, vamos mover uma nova ação pública pela devolução em dobro do valor pago indevidamente ao Detran-BA. O governador Rui Costa vai ter que devolver o que foi surrupiado dos baianos”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br