Deputado Eduardo Cunha volta a negar movimentação financeira no exterior

Envolvimento de Eduardo Cunha no caso Lava Jato é cada vez mais evidente e comprovado.

Envolvimento de Eduardo Cunha no caso Lava Jato é cada vez mais evidente e comprovado.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), reiterou hoje (09/10/2015), em nota assinada por sua assessoria, desconhecer as supostas movimentações financeiras no exterior atribuídas a ele. A nota também refuta “a tentativa contínua de transformar o presidente da Câmara no principal foco de investigação” e fala em “divulgação seletiva de notícias”.

Ontem (8), o líder do PSOL na Casa, deputado Chico Alencar (RJ), disse que recebeu da Procuradoria-Geral da República a confirmação de que Cunha tem contas na Suíça.

“O presidente [da Câmara, Eduardo Cunha] desconhece o teor dos fatos veiculados e não tecerá comentários sem ter acesso ao conteúdo real do que vem sendo divulgado. Assim que tiver ciência, por meio de seus advogados, o presidente se manifestará”, diz a nota.

De acordo com o texto, causa “muita estranheza a divulgação seletiva de notícias visando unicamente constranger o presidente da Câmara”. A nota repete o conteúdo de outra, divulgada no dia 20 de agosto, que reafirmar o posicionamento de que “também é muito estranho não ter ainda nenhuma denúncia contra membro do PT ou do governo, detentor de foro privilegiado.”

Cunha ainda reitera o teor do depoimento prestado à CPI da Petrobras de forma espontânea. Na ocasião, ele disse que as contas que tem estão na declaração de Imposto de Renda.

De acordo com o texto, o presidente da Casa continua “absolutamente tranquilo” realizando seu trabalho “com a mesma lisura e independência” e “confiando plenamente na isenção e imparcialidade do Supremo Tribunal Federal”.

PGR confirma

A Procuradoria Geral da República confirmou, nesta quinta-feira, que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de fato tem contas no exterior, e que estes ativos foram bloqueados pelas autoridades da Suíça.  Atendendo a um pedido de informação protocolado pelo PSOL, a PGR encaminhou à legenda um documento de duas páginas no qual atesta que o deputado e familiares são titulares de contas secretas, que foram bloqueadas por suspeita de que eram abastecidas por ativos fruto de corrupção e lavagem de dinheiro ligados ao caso investigado pela Lava Jato. É o primeiro documento assinado pelo procurador-geral Rodrigo Janot ligando Cunha à investigação suíça, encaminhada ontem para as autoridades brasileiras. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o montante bloqueado chega a 2,5 milhões de dólares.

Deputados representam

Deputados de seis partidos – PPS, PMDB, PSOL, PT, PSB e Rede Sustentabilidade – protocolaram a primeira representação formal contra Cunha, entregue à Corregedoria da Câmara. O problema é que esta petição dependeria da anuência da mesa diretora da Casa, presidida pelo peemedebista, o que dificultaria que a matéria seguisse para o Conselho de Ética. Esta nova representação com base no documento enviado pela PGR seguirá diretamente ao conselho. De qualquer forma, Cunha tem forte influência no colegiado, já afirmou diversas vezes que não irá renunciar.

*Com informação da Agência Brasil.

Outras publicações

Ex-ministro José Dirceu é transferido para Polícia Federal em Curitiba Ex-ministro José Dirceu é conduzido pela PF para ser ouvido pela justiça federal. O ex-ministro José Dirceu, preso ontem (03/08/2015) na 17ª fase da...
Presidente do PT diz que não teme perda de apoio do PMDB Rui Falcão: "eu não tenho esse temor. O momento é de unidade, e não de levantar suspeição sobre qualquer parte.". O presidente do PT, Rui Falcão, af...
Golpe só se completa com prisão de Lula, diz ex-presidente Dilma Rousseff em entrevista à TVE Bahia Ex-presidente Dilma Vana Rousseff é entrevista por Bob Fernandes. Em sua primeira entrevista após afastamento, ex-presidenta afirma à TVE da Bahia qu...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br