Secretário de Segurança Pública da Bahia é um dos convidados para CPI do assassinato de jovens

Senadora Lídice da Mata lembrou que falta de dados confiáveis dificulta diagnóstico preciso da questão da violência contra jovens. CPI do Assassinato de Jovens vai ouvir secretários de segurança do RJ, SP, BA e CE.

Senadora Lídice da Mata lembrou que falta de dados confiáveis dificulta diagnóstico preciso da questão da violência contra jovens. CPI do Assassinato de Jovens vai ouvir secretários de segurança do RJ, SP, BA e CE.

Secretários de Segurança do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Ceará serão convidados para apresentar no Senado dados e indicadores sobre homicídios de jovens em seus estados nos últimos anos. Requerimento com esse objetivo foi aprovado nesta quinta-feira (22/10/2015) pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o assassinato de jovens.

De acordo com a autora do pedido, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), uma das preocupações levantadas por pesquisadores e entidades que atuam nas áreas de segurança pública e de direitos humanos é “a ausência de dados qualificados para que seja possível realizar um diagnóstico preciso sobre as diversas nuances das mortes violentas de jovens a fim de propor medidas mais efetivas de enfrentamento do problema”.

Além da audiência pública com os secretários, o colegiado aprovou outros requerimentos. Um deles é para a realização de debate sobre o problema da violência, para o qual deverá ser convidada a psicanalista Maria Rita Kehl e os jornalistas Gilberto Dimenstein e Caco Barcellos.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br