Conheça os novos ministros que tomam posse hoje em cerimônia com a presidenta Dilma Rousseff

Jaques Wagner e Dilma Rousseff. Wagner assume como Ministério Chefe da Casa Civil.

Jaques Wagner e Dilma Rousseff. Wagner assume como Ministério Chefe da Casa Civil.

Confirma abaixo um breve perfil dos novos ministros que tomam posse nesta segunda-feira (06/10/2015), no Palácio do Planalto.

Ministério Chefe da Casa Civil – Ministro Jaques Wagner 

Jaques Wagner nasceu em 16 de março de 1951 no Rio de Janeiro. Estudou no Colégio Militar do Rio de Janeiro e cursou engenharia na PUC do Rio de Janeiro. Vive em Salvador desde 1974, onde iniciou sua carreira profissional na indústria petroquímica. Foi governador da Bahia por dois mandatos consecutivos (2007-2014), ministro de Estado (2003 a 2006) e deputado federal pelo estado em três legislaturas (1990-2002). Durante o governo do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, foi Ministro do Trabalho e Emprego (2003), da Secretaria Especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República (2004/2005), e do Ministério das Relações Institucionais (2005/2006).

Ministério da Defesa – Ministro Aldo Rebelo 

José Aldo Rebelo Figueiredo nasceu em Viçosa (Alagoas), em 23 de fevereiro de 1956. Escritor e jornalista, foi eleito seis vezes deputado federal por São Paulo, sempre pelo Partido Comunista do Brasil. Iniciou sua vida política como diretor do Centro Acadêmico da Universidade Federal de Alagoas e foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). Com mais de 30 anos dedicados à trajetória política, Rebelo foi líder do governo e do PCdoB na Câmara, presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, ministro da Coordenação Política, presidente da Câmara dos Deputados e ministro do Esporte. Integra, atualmente, o conselho do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI). Foi ministro do Esporte em 2011 e desde dezembro de 2014, era ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Ministério da Educação – Ministro Aloizio Mercadante 

Nascido em Santos (SP), no dia 13 de maio de 1954, o ministro Aloizio Mercadante é graduado em Economia pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Ciência Econômica e doutor em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É professor licenciado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e da Unicamp. No estado de São Paulo, foi eleito deputado federal em dois mandatos (1991-1995 e 1999-2003) e senador da República (2003-2011). Foi ministro da Casa Civil; de Ciência, Tecnologia e Inovação; e da Educação. Entre os livros publicados, destacam-se: Brasil: A Construção Retomada (2010), Observatório: Coletânea de artigos sobre a evolução do Brasil nos últimos anos (2009) e Brasil: Primeiro Tempo – Análise comparativa do governo Lula (2006).

Ministério do Trabalho e Previdência Social – Ministro Miguel Rossetto 

Sociólogo, gaúcho, 53 anos, Miguel Rossetto é um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Eleito deputado federal em 1994 pelo PT, foi vice-governador do estado do Rio Grande do Sul no período de 1999 a 2002. Assumiu o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em 2003, onde permaneceu até 2006.  De 2008 a março de 2014 foi presidente da Petrobrás Biocombustível. Em 2014 voltou ao MDA onde permaneceu até assumir a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Ministério da Saúde – Ministro Marcelo Castro 

Médico formado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e com especializações em psiquiatria, Marcelo Castro está no quinto mandato de deputado federal pelo PMDB do Piauí. Nasceu no dia 09 de junho de 1950, em São Raimundo Nonato (PI). Já foi deputado estadual, secretário da Agricultura do Estado do Piauí e presidente do Instituto de Assistência e Previdência do estado.

Ministério das Comunicações – Ministro André Figueiredo 

Advogado, economista e empresário, André Figueiredo nasceu em 10 de novembro de 1966, em Fortaleza (CE). Está no terceiro mandado de deputado federal pelo PDT do Ceará. Já foi presidente do Sindicado dos Economistas do Ceará; subsecretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente; e secretário do Esporte e Juventude do estado.

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – Ministro Celso Pansera 

Celso Pansera é deputado federal pelo PMDB do Rio de Janeiro, eleito para 55ª Legislatura (2015 -2019). O novo ministro da Ciência e Tecnologia e Inovação nasceu em São Valetim, no Rio Grande do Sul, no dia 04 de outubro de 1963. Formado em letras/português pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e pós-graduado em Supervisão Escolar. Foi presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) por sete anos, levando mais de 280 mil vagas profissionalizantes gratuitas por ano à população.

Secretaria de Governo da Presidência da República – Ministro Ricardo Berzoini 

Ricardo José Ribeiro Berzoini nasceu em 10 de fevereiro de 1960, em Juiz de Fora, MG. Bancário, ingressou no Banco do Brasil em 1978 e a partir de 1985 iniciou a carreira sindical em São Paulo. Foi eleito quatro vezes Deputado Federal pelo PT: em 1998, 2002, 2006 e 2010, mandato em que foi presidente da Comissão de Constituição, de Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados. Ocupou na Administração Federal os cargos de ministro da Previdência e Assistência Social (2003-2004); ministro do Trabalho e Emprego (2004-2005); ministro Chefe da Secretaria de Relações Institucionais (2014) e ministro das Comunicações (2015).

Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos – Ministra Nilma Lino 

Natural de Belo Horizonte (MG), Nilma Lino Gomes é pedagoga, mestra em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), doutora em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutora em Sociologia pela Universidade de Coimbra. É docente do quadro da UFMG e pesquisadora das áreas de Educação e Diversidade Étnico-racial, com ênfase especial na atuação do movimento negro brasileiro. Foi a primeira mulher negra a chefiar uma universidade federal ao assumir o cargo de reitora pro tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) em 2013.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br