CMFS: Líder do governo comenta denúncias, lamenta corte no fornecimento de medicamentos e parabeniza PMDB

José Carneiro Rocha: "“Eu queria, inicialmente, mais uma vez, em nome do governo José Ronaldo de Carvalho, convidar o colega David Neto e a quem se interessar para fazermos uma visitar in loco à SMT e constatarmos se realmente existem falcatruas no que diz respeito ao funcionamento do guincho”.

José Carneiro Rocha: ““Eu queria, inicialmente, mais uma vez, em nome do governo José Ronaldo de Carvalho, convidar o colega David Neto e a quem se interessar para fazermos uma visitar in loco à SMT e constatarmos se realmente existem falcatruas no que diz respeito ao funcionamento do guincho”.

Na sessão legislativa desta terça-feira (13/10/2015), o líder do Governo na Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS), vereador José Carneiro (PSL), abordou vários assuntos de interesse da coletividade. Ele iniciou o discurso tratando das denúncias proferidas pelo vereador David Neto (DEM) de supostas irregularidades na Superintendência Municipal de Trânsito (SMT).

“Eu queria, inicialmente, mais uma vez, em nome do governo José Ronaldo de Carvalho, convidar o colega David Neto e a quem se interessar para fazermos uma visitar in loco à SMT e constatarmos se realmente existem falcatruas no que diz respeito ao funcionamento do guincho”, disse o líder governista.

Quanto à denúncia do vereador Edvaldo Lima (PP) de que há médico atuando em unidade de saúde do município sem ter CRM, José Carneiro afirmou que não procede esta informação. “Eu queria dizer que esta denúncia é vazia, não vou nem me aprofundar porque não tem sentido. O Governo Municipal não seria irresponsável para contratar médicos sem o CRM”, disse o edil, ressaltando que o programa Mais Médicos, do Governo Federal,  é quem admite profissionais sem que eles precisem passar pela revalidação de diploma.

Em aparte, sem revelar o nome e o local, Edvaldo Lima afirmou que em uma policlínica de Feira de Santana trabalha um médico ilegalmente. Retomando o discurso, José Carneiro pediu ao oposicionista que apresentasse provas, mas Edvaldo se recusou a apresentá-las publicamente.

Corte de remédios

Mudando de assunto, José Carneiro informou que, recentemente, o novo ministro da Saúde anunciou que o Governo Federal vai reduzir a partir de janeiro de 2016 o programa “Aqui Tem Farmácia Popular”, que permite a compra de medicamentos com descontos de até 90% em drogarias credenciadas. A proposta orçamentária que foi encaminhada para o Congresso prevê um corte de R$ 578 milhões no programa.

“Os brasileiros que possuem glaucoma e mal de Parkinson não terão mais subsídios do Governo Federal, através do Ministério da Saúde”, lamentou o vereador, salientando que mais de três milhões de brasileiros serão prejudicados com a medida.

Parabéns ao PMDB

Também durante o pronunciamento, José Carneiro parabenizou a direção do Partido do Movimento Democrático Brasileiro em Feira de Santana, por ter publicado uma nota pública a respeito do corte de verba da Universidade Estadual de Feira de Santana.

“O PMDB responsabiliza o Governo do Estado pela falta de compromisso com a educação superior deste estado, e eles afirmam que a redução  do repasse de recurso para as universidades públicas da Bahia, por parte do governo do Estado, é uma violência contra nossa educação”, disse.

José Carneiro acrescentou: “segundo o PMDB, dinheiro é o que não falta na Bahia: quase um bilhão para a Fonte Nova, 72 milhões para o projeto da ponte para Bom Despacho, milhões para AJAC Motors fazer um funeral de um carro em Camaçari, enquanto a nossa universidade, patrimônio baiano, está correndo o risco de fechar pela falta de compromisso dos nossos governantes com a educação em nosso estado”, criticou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br