Cachoeira: edição 2015 da Flica conta com ampla programação

Vista aérea de Cachoeira. Cidade é sede da edição 2015 da Flica.

Vista aérea de Cachoeira. Cidade é sede da edição 2015 da Flica.

Uma ampla programação com atividades relacionadas às áreas de cultura, educação e turismo marcará a maior participação do Governo do Estado, até o momento, na Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), que será realizada de 14 a 18 de outubro na município do Recôncavo baiano, situada a 108 km de Salvador. Os eventos voltados para públicos adulto e infanto-junvenil vão acontecer em vários pontos da cidade histórica, com destaque para o Espaço Educar para Transformar, instalado na Casa do Iphan, em frente à Câmara Municipal (ver programação completa abaixo).

O governo também é um dos responsáveis pela viabilização da Flica, através do programa de incentivos fiscais, Fazcultura, uma parceria das secretarias estaduais de Cultura e da Fazenda. O evento conta, ainda, com patrocínio da Coelba e da Oi e apoio cultural da Oi Futuro, da Prefeitura Municipal de Cachoeira, do Sebrae e da Odebrecht.

As ações do Estado serão promovidas de forma articulada por diferentes órgãos, a exemplo das secretarias estaduais de Educação (SEC) e de Cultura (Secult), que durante a Flica vão lançar 19 obras de literatura infantil. Os livros, escritos por 16 autores baianos, serão apresentados ao público no dia 15, às 15h, no anfiteatro do Espaço Educar para Transformar. Os títulos serão distribuídos nas escolas públicas das redes municipais e estadual de ensino na Bahia. Para mais informações, acesse a programação da Secretaria da Educação na Flica.

Além dos livros, a SEC e Secult vão lançar o segundo edital para seleção de mais 21 obras de literatura infantil de autores baianos. O Espaço Educar para Transformar, na Flica, também vai agregar uma série de atividades, como saraus, oficinas, encontros literários, canto coral e mostras dos projetos estruturantes de arte e cultura desenvolvidos por estudantes das escolas estaduais, dentre os quais, está a exposição da Educação Patrimonial e Artística (EPA) e o Sarau Literomusical.

Mapa da Palavra

A participação da Secult será marcada ainda pelo lançamento, no dia 16 de outubro, às 10h, do Projeto Mapa da Palavra, da Fundação Cultural do Estado (Funceb), durante a mesa dos autores baianos. Trata-se um cadastramento com o objetivo de mapear, diagnosticar e difundir autores, coletivos ou grupos e suas produções literárias.

O projeto é organizado em três momentos – diagnóstico do setor da literatura, buscando identificar os artistas da palavra que atuam no território baiano, assim como autores baianos que vivem fora do estado; criação de uma plataforma virtual, difundindo os artistas e suas produções literárias; e seleção de produções literárias para compor publicações virtuais ou impressas, com distribuição gratuita.

Terreiros do Recôncavo

Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix é o título do livro que será lançado pela Secult, através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), durante a programação da Feira Literária Internacional da Bahia (Flica), edição 2015. O lançamento ocorre no próximo dia 16 (2015), às 14h, no claustro da Ordem 3ª do Carmo.

A publicação é uma adaptação do ‘Dossiê de Registro Especial’ que o Ipac elaborou para a proteção oficial de 10 terreiros em Cachoeira e São Félix, cidades do Recôncavo baiano. São 244 páginas, mais de 250 fotos coloridas, mapas, ilustrações e infográficos. O registro contempla as condições simbólico-antropológicas dos terreiros e um ‘plano de salvaguarda’ com metas, objetivos, regras e ações de proteção a curto, médio e longo prazos.

Feira Móvel da FPC

Na Praça do Canhão, próximo do Espaço Educar para Transformar, ficarão os ônibus com a Biblioteca Móvel e a Feira Móvel de Livros da Fundação Pedro Calmon, instituição vinculada à Secult. Cerca de 400 títulos serão comercializados no Feira Móvel, cuja proposta é democratizar o acesso ao livro e divulgar autores baianos, com preços que variam entre R$5,00 a R$10,00. São obras publicadas através de Editais de Editoras Baianas, Secult, Fundação Pedro Calmon e Fundação Cultural do Estado. Já a Biblioteca Móvel colocará 644 títulos à disposição do público da Flica para consulta e realização de atividades.

Década do Afrodescendente

Outra ação importante será a divulgação, com mostra e debates, da Década Internacional do Afrodescendente, campanha criada pela Unesco e que foi abraçada pelo Governo, por meio de decreto assinado pelo governador. O objetivo da campanha é promover o respeito, a proteção e a garantia dos direitos humanos e liberdades fundamentais de afrodescendentes, como reconhecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos. A ação será coordenada pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).

Neojiba e contação de histórias na Fliquinha

Na festa literária, o público infantil terá um espaço exclusivo, a Fliquinha, com a participação de diversos órgãos do Governo do Estado também. No Cine Theatro Cachoeirano (antigo Cine Glória) acontecerá no dia 15, às 16h30, o lançamento pela Fundação Pedro Calmon da Série de Lendas Africanas dos Orixás, da autora Edsoleda Santos. No dia 16, às 11h30, a Secretaria da Promoção da Igualdade do Estado promove um bate-papo com o autor do Boi Multicor, Jorge Conceição.

Por sua vez a SEC vai levar para a praça próxima ao cine teatro uma mostra de livros e contação de histórias infantis. Para encerrar com chave de outro, o coro Juvenil do Neojiba se apresenta no dia 18, a partir das 9h30, no Cine Theatro. O Neojiba preparou um programa didático, com 12 peças entrecortadas por brincadeiras musicais.

O Coro Juvenil se apresenta na Fliquinha com 16 cantores, que interpretam peças brasileiras e também músicas de outras culturas e idiomas. O projeto de inserção social por meio da música, o Neojiba é uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHDS).

Transmissão ao vivo

Quem não estiver em Cachoeira e quiser se informar sobre evento poderá conferir os destaques da programação por meio da transmissão da TVE Bahia e da Rádio Educadora. As emissoras de TV e rádio estarão com suas equipes circulando por toda cidade e enviando flashes ao vivo das atividades e da movimentação no local.

Qualificação em turismo

Como parte dos preparativos para receber os milhares de visitantes do evento, a Secretaria de Turismo do Estado (Setur), por meio do Programa de Qualificação Turística (Qualiturismo), promoveu a qualificação dos serviços turísticos, com cursos voltados para trabalhadores de hotéis, bares, restaurantes e comércio. Eles participaram de palestras e treinamentos que buscam a melhoria do atendimento durante e após a Flica.

Um dos cursos oferecidos pela Setur, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), foi o workshop ‘Boas práticas e manipulação de alimentos’. Durante oito horas foram estudadas normas de higiene e prevenção contra contaminações de alimentos.

Programação

Casa do Iphan – Em frente à Câmara Municipal

De 15 a 17 de outubro

Das 10h às 19h

Exposição permanente de artes visuais estudantis

Balcão de Informação ao Turista – Secretaria de Turismo/Bahiatursa

Quinta, 15

10h – Tenda Literária – Oficina literária – Anfiteatro

14h – Encontros Literários – Anfiteatro

15h – Lançamento do Edital de Livros Infantis – Anfiteatro

15h – Outras leituras: O encanto pela palavra e pela Bahia – Neide Cortizo e Sônia Rangel

17h – Outras leituras: Bibliodiversidade – Entre políticas e práticas de leituras: o livro e a biblioteca – Maria Cristina Santos (diretora de Bibliotecas da Fundação Pedro Calmon (FPC); João Wanderley de Morais Filho (diretor de Livro e Leituras da FPC); Mediação de Jorge Carrano (CEC) – Anfiteatro

17h – Lançamento de livros da Editora Ogum´s Toques

18h – Sarau Fala Preta – Banda de Teatro Olodum – Anfiteatro

18h – Leitura pública e lançamento do livro Estalos e Faíscas, de Marcos Peralta – Performance do Coletivo Poesia Além das Sete Praças

Sexta, 16

10h – Tenda Literária – Canto coral – Anfiteatro

14h – Encontros Literários – Anfiteatro

15h – Outras Leituras: Poéticas e Africanidades – Encontro com os poetas Wesley Correia e Ana Maria Gonçalves – Produção de tela com o artista plástico Suzart

16h – Lançamento da revista Bahia com História, 2ª edição

16h – Sarau com poetas cachoeiranos, por Jussara Mathias

17h – Lançamento do romance Antônio Buroko, de Domingos Ailton

17h – Apresentação teatral Sertão Encantado – Alunos da Faculdade Adventista

18h – Lançamento dos livros: A Pele da Cor da Noite (Vanda Machado) e Braçada da Esperança (Biografia de Edvaldo Valério) – Sala Secult/Sepromi

18h – Sarau líteromusical – Anfiteatro

Sábado, 17

10h – Tenda Literária – Oficina literária – Anfiteatro

14h – Encontros literários – Anfiteatro

15h – Conversando com sua História – História, memória e escrita: Escritas e Leituras sobre a pós-abolição na Bahia – Professor Dr. Walter Fraga (UFRB), mediação da dra. Jacira Primo (diretora do Centro de Memória – FPC)

15h30 – Lançamento do Concurso Literário em homenagem a Castro Alves – Anfiteatro

17h – Contação de histórias – Acely Araújo – Grupo Rouxinol – Anfiteatro

18h – Apresentação teatral Sertão Encantado – Anfiteatro

18h – Lançamento dos livros A Baiana do Cais do Porto, de João Bosco Quirelli, e África e Diáspora na Literatura Infanto Juvenil do Brasil e em Moçambique, de Maria Anória Oliveira

18h – Sarau líteromusical – Marcos Peralta – Performance do Coletivo Poesia Além das Sete Praças

Domingo, 18

9h – Alvorada – Rolezinho literário (Ponto de partida em frente ao Espaço Educar para Transformar)

ESPAÇO CANTINHO DA LEITURA

Praça da Fliquinha

De 15 a 17 de outubro

Das 9h às 19h

18 de outubro

Das 9h às 12h

Videotruck – Exibição de filmes

Mostra de livros – Cantinho de leitura – Contação de histórias – Atividades infantis

Fliquinha

Cine Teatro Cachoeira

Quinta, 15

16h30 – Lançamento da séria Lendas Africana dos Orixás, de Edsoleda Santos

Sexta, 16

16h30 – Bate-papo com Jorge Conceição, autor de Boi Multicor

Domingo, 18

9h30 – Neojiba – Apresentação do Coro Juvenil e Oficina de musicalização infantil

ESPAÇO LEIA E PASSE ADIANTE

Praça da Aclamação – ao lado da Câmara Municipal

De 15 a 17 de outubro

Das 10h às 19h

Quinta, 15

10h – Contação de história do livro Viajante, de Danielle Andrade – tradução em Libras

10h – Contação de história – Coletivo Amigos da Biblioteca Pública de Cachoeira – Eliane Araújo e Rosa Britto

10h30 – Banda Palhaços A+ Comunidade – Fabiano da Silva

15h – Oficina Boi Multicor – Jorge Conceição

17h – Sarau de poetas cachoeiranos, por Jussara Mathias

Sexta, 16

10h – Sarau de poetas cachoeiranos, por Jussara Mathias – 10h – Contação de história do livro Viajante, de Danielle Andrade – tradução em Libras

10h30 – Banda Palhaços A+ Comunidade – Fabiano da Silva

14h – 10h – Contação de história – Coletivo Amigos da Biblioteca Pública de Cachoeira – Eliane Araújo e Rosa Britto

15h – Oficina Boi Multicor – Jorge Conceição

17h – Lançamento do livro Fabricando, de Tamires Lima

Sábado, 17

10h – Contação de história do livro Viajante, de Danielle Andrade – tradução em Libras

10h – Contação de história – Coletivo Amigos da Biblioteca Pública de Cachoeira – Eliane Araújo e Rosa Britto

10h30 – Banda Palhaços A+ Comunidade – Fabiano da Silva

11h – Apresentação do repentista Paraíba da Viola

15h – Oficina Boi Multicor – Jorge Conceição

15h – Apresentação do repentista Paraíba da Viola

Domingo, 18

10h – Cortejo poético – Coletivo Além das Sete Praças, Sarau da Onça, Ocupação Cultural e Grupo Ágape

CLAUSTRO DO CONVENTO DO CARMO

Feira de Publicações de Editoras Baianas

Sexta, 16

10h – Lançamento da chamada pública para o Mapa da Palavra – Mesa com autores baianos

14h – Lançamento do livro Cadernos do Ipac – Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix

IGREJA DO CONVENTO DO CARMO

De quarta, 14, a domingo, 18

Quem Acessa Sabe – Espaço da Biblioteca Virtual Consuelo Ponde

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br