+ Manchetes >

“A INB precisa interagir mais com a Bahia”, defende governador Rui Costa

Indústrias Nucleares do Brasil não interage com sociedade baiana.

Indústrias Nucleares do Brasil não interage com sociedade baiana.

Em Brasília nesta quarta-feira (28/10/2015), o governador Rui Costa disse que está acompanhando de perto o monitoramento da água na região de Caetité, onde a INB (Indústrias Nucleares do Brasil) extrai urânio para realização de suas atividades. “A INB precisa interagir mais com a comunidade e com o estado da Bahia. Ela é uma empresa distante que só faz retirar o mineral e não tem nenhuma relação com o estado da Bahia, nem com a sociedade local”, criticou o governador.

Rui falou ainda das obras que estão sendo realizadas na região para levar mais água aos moradores. “Fizemos a Adutora do Algodão em Guanambi e, agora, estamos chegando em Caetité. Com essa água que vem do rio São Francisco, não será mais necessário retirar água do subsolo”.

O Ministério da Integração autorizou, no último dia 26 desse mês, R$ 1 milhão para a continuação da segunda etapa da Adutora do Algodão, até Caetité. Outros R$ 2,3 milhões já haviam sido liberados e estão disponíveis para a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), somando R$ 3,3 milhões para esta fase da intervenção.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]