Vereador critica fechamento dos terminais de transporte coletivo de Feira de Santana

Alberto Nery cobra retorno dos terminais de transbordo.

Alberto Nery cobra retorno dos terminais de transbordo.

O vereador Alberto Nery (PT), durante discurso na Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta segunda-feira (31/08/2015), chamou atenção para a situação dos terminais de transbordo, que mesmo após o retorno das atividades do transporte coletivo urbano, permanecem fechados, impossibilitando os passageiros de pegarem dois ônibus pagando apenas uma passagem, como se propõe o Sistema Integrado de Transporte (SIT) no município.

“Hoje quero trazer um tema importante com relação aos transbordos de Feira. Com o contrato emergencial, o transbordo central foi fechado e estamos vivendo – tanto os trabalhadores quanto à população – uma verdadeira via crucis. As pessoas ficam expostas na lateral do transbordo causando congestionamentos, além do risco de serem assaltos”, avalia.

Diante disso, o vereador sugeriu que a Comissão de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, da qual ele é presidente, possa conversar com o gestor municipal em busca de informações. “Queremos pedir aos nobres vereadores da comissão, que nós integramos, para que possamos sair e conseguir conversar com o prefeito, para tomar uma medida, ainda que seja os ônibus entrarem no terminal nas condições que estão sendo praticadas”, pontuou.

De acordo com Nery, com a situação, a população que precisa pegar dois ônibus tem sofrido. “Sem bilhetagem eletrônica, as pessoas estão pagando duas passagens”, reclamou.

Em aparte, o vice-líder do Governo, vereador Marcos Lima (PRP), afirmou que está sendo feita uma licitação para que novas empresas possam administrar os terminais de transbordo.

Retomando a palavra, o petista declarou: “Se observarmos o edital que legitimou as empresas do transporte coletivo, está lá contido que quem vai explorar os três terminais existentes, além dos dois que serão criados com o BRT, são as empresas vencedoras do certame”, explicou.

Nery cobrou segurança, de imediato, para os terminais de transbordo. “Pedimos que possa ser colocada a Guarda Municipal ou a contratação de empresa de segurança, para que as pessoas possam estar em um local mais seguro”, disse.

Ainda falando de transporte coletivo, o edil chamou atenção para as condições da frota. “Apesar da situação emergencial, Feira não merece passar mais seis meses com a frota como está. Circulando de uma forma pior ainda. Vamos aguardar, eles se comprometem em melhorar dentro de 15 dias”, alertou.

Outras publicações

Secretário Wagner Gonçalves diz que dívida atualizada de Feira de Santana é de R$ 31 milhões e governo teria “herdado” débito de R$ 100 milhões. Confira debates da CMFS... Dívida herdada era de R$ 100 milhões A dívida total do município de Feira de Santana, atualmente, é de R$ 31 milhões e 616 mil. Este valor correspo...
Artistas se reúnem para lançarem um CD que presta homenagem a Feira Pela primeira vez cinco artistas se reúnem para lançar um cd totalmente feirense com 12 músicas que só enaltecem a cidade. Esse cd será doado juntamen...
Confira a coluna de Antônio José Larangeira de 29 de dezembro de 2014 Angelo Almeida e o deputado Ze Neto se encontram. Fernando Torres. O feirense João Martins da Silva é o novo presidente da Confederação da Ag...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br