Vereador cobra apuração de denúncias de corrupção no governo municipal de Feira de Santana

Petista Alberto Nery quer posicionamento efetivo da prefeitura em relação às denúncias na Secretaria de Transporte e Trânsito.

Petista Alberto Nery quer posicionamento efetivo da prefeitura em relação às denúncias na Secretaria de Transporte e Trânsito.

O vereador Alberto Nery cobrou na manhã desta segunda-feira (21) ações efetivas do governo municipal sobre as denúncias de corrupção no sistema de transporte público da cidade, apresentadas por veículos de comunicação na última semana. “Até agora, não ouvi nenhum dos vereadores da base governista cobrar uma ação do poder público municipal sobre as denúncias de corrupção na Secretaria de Transporte e conivência com transporte clandestino na cidade”, cobrou.

Em seu pronunciamento, Nery questionou ainda o líder do governo, o motivo pelo qual os vereadores de oposição são tratados de maneira distinta, mesmo quando o assunto é de interesse público e diz respeito à comunidade. “São muitos os problemas no transporte do município. O secretário precisar vir aqui a essa Casa dar explicações obre todos eles. Mas eu li uma notícia em um blog da cidade que o secretário convida apenas os vereadores da base governista para dar esclarecimentos sobre as multas e aos ligeirinhos. Isso é lamentável. O assunto é de interesse público e deve ser tratado nesta Casa. Todos nós somos representantes legítimos do povo”, declarou.

Para o líder da bancada de oposição será difícil para as novas empresas de ônibus operarem o sistema, em meio a tantos problemas. “As empresas terão que lidar com esse caos no transporte, além dos ligeirinhos que também têm tentado amedrontar trabalhadores do sistema. Esse problema já foi inclusive denunciado aqui no ano passado. Eu peço providências. No final das contas, quem sofre com tudo isso é a própria comunidade”, finalizou.

Neinha sai em defesa do secretário Ebenezer Tuy 

Em discurso proferido na tribuna da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (21), a vereadora Aldney Bastos Marques – Neinha (PMN) disse que não procede a informação de que o secretário municipal de Transporte e Trânsito, major Ebenezer Tuy, tem prestado um mau atendimento aos vereadores na SMTT.

“Semana passada aqui teve uma discussão onde o vereador Pablo falou que ficava a manhã toda na SMTT aguardando pelo atendimento do secretário Tuy. Eu quero dizer, nesta manhã, que eu nunca fiquei 30 minutos aguardando naquela Secretaria para ser atendida, sempre fui atendida dignamente, eu acho que está tendo uma troca de valores”, disse.

Neinha acrescentou: “eu aprendi que se eu tenho que buscar a Deus, eu nunca vou buscar o santo, porque o santo não tem nada para me dar, eu gosto de buscar quem resolve; eu nunca cheguei naquela Secretaria de Transporte, fora ou depois do horário, para que o secretário tivesse lá dentro e eu não entrasse e não falasse com ele”, declarou a vereadora, afirmando que o secretário Tuy tem dado o seu melhor.

A edil aproveitou o ensejo para parabenizar o referido secretário pelo tratamento que foi dispensado a ela, na última vez que esteve  na SMTT.

Para Neinha, Ebenezer Tuy não pode ser responsabilizado pelos erros de outras pessoas. “Têm pessoas que são lideradas dele. Mas, se Jesus não agradou, quem pode agradar todo mundo. Dia de quinta-feira,  o secretário faz um culto ali que poucas pessoas que trabalham naquele lugar sentam para ouvir a palavra”.

Em sua opinião,  Tuy não um secretário ruim. “Ele é um homem honesto, trabalhador e tem dado o melhor naquela Secretaria, mas, infelizmente, trabalhar com gente não é fácil. Têm pessoas ali dentro que não entraram no eixo dele ainda, têm pessoas ali dentro que adoram tomar o lugar dele de secretário”, disse a vereadora, sem citar nomes.

Em aparte, o vereador Pablo Roberto se pronunciou sobre o assunto. “Vereadora Neinha, eu quero reafirmar aqui exatamente o que disse na semana passada. Nós estávamos na Secretaria, eu estava lá por volta de 8h30 e 9 horas, pouco tempo depois a senhora chegou, eu fui atendido pelo secretário por volta de 11 horas e, quando eu sair, a senhora ainda continuou com ele. Certamente, nós ficamos naquela Secretaria muito mais de meia hora. Vossa Excelência não ficou menos de 30 minutos de jeito nenhum”, afirmou.

O peemedebista diz concordar que o secretario é íntegro, honesto e esforçado, mas, segundo Pablo, Tuy ainda tem deixado muito a desejar no que diz respeito à SMTT e a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT).

“Quem não tem competência não se estabelece para estar numa Secretaria como aquela. Para ocupar o posto de superintendente municipal de Trânsito tem que se dedicar muito mais e ter autonomia para coordenar os seus subordinados. A população feirense, de forma nenhuma, pode continuar pagando o preço tão caro que vem pagando por conta do atendimento que é dispensado nesses dois órgãos municipais”, alertou Pablo.

Também em aparte, a vereadora Cíntia Machado (PSC) teceu elogios ao secretário Ebenezer Tuy, porém pediu mais rigor na fiscalização do transporte clandestino. Ela ainda lembrou que a SMTT e a SMT são órgãos independentes. “A semana passada quiseram jogar toda a culpa no secretário Tuy, que, na verdade, não tem nenhum envolvimento direto com a SMT, que é uma autarquia e tem independência”, afirmou.

Cíntia também se pronunciou sobre liberação de veículos apreendidos. “Eu acho um absurdo essas apreensões que estão acontecendo de motos, que pega na sexta-feira e não pode liberar no final de semana, só na segunda-feira”, queixou-se.

Novamente com o uso da palavra, a vereadora Neinha disse  que o problema dos vereadores não é com o secretário Tuy, e sim com o superintendente municipal de Trânsito, Francisco Júnior. Ela sugeriu que haja um diálogo entre as partes envolvidas, para evitar mais desgastes.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br