Vereador Beldes Ramos rebate críticas de Pablo Roberto contra posicionamento da oposição sobre o BRT de Feira de Santana

Beldes Luis Pereira Ramos ressaltou mais uma vez a ausência do Plano Diretor e de Mobilidade Urbana do Município.

Beldes Luis Pereira Ramos ressaltou mais uma vez a ausência do Plano Diretor e de Mobilidade Urbana do Município.

Ao ser afirmado pelo vereador Pablo Roberto (PMDB) que a oposição estaria colocando o debate sobre a implantação do BRT de forma eleitoreira, na manhã desta terça-feira (22/09/2015), na Câmara Municipal, Beldes Ramos (PT) defendeu que todos os discursos que estão sendo feitos, eram os mesmos frisados pelo edil peemidebista há meses passado.

Beldes ressaltou mais uma vez a ausência do Plano Diretor e de Mobilidade Urbana do Município, salientando que o debate deve continuar haja vista a necessidade e importância do tema.

“Quer dizer que quem se opõe ao formato do BRT está fazendo politicagem e tá mentindo, eu vou dizer aqui apenas uma coisa e amanhã continuaremos o debate dentro dos detalhes técnicos. Quero afirmar que quinze defensores públicos, a AFENGE que é a Associação Feirense dos Engenheiros, também questionam o modelo do BRT e não são políticos. Então esse debate que a base governista coloca como sendo um debate politiqueiro, vamos dizer também que os quinze defensores públicos e todos aqueles engenheiros da AFENGE são também politiqueiros e fazem ressalvas muito grandes, ressalvas essas que vossa excelência quando estava na oposição também fez, afinal vossa excelência também cobrava que para implantação do BRT teria que ter o plano diretor, e não tem o plano diretor.

“Vossa excelência falou aí de ações de mobilidade urbana, mas não tem um plano de mobilidade urbana em Feira de Santana, como é que já pode ter ações de mobilidade urbana sem que tenha plano, cobrado inclusive pelo Ministério das Cidades. Então é um equívoco muito grande esse projeto de implantação do BRT, é uma implantação que está sendo empurrado pelo prefeito de guela abaixo e que é um debate que ainda tem que permanecer. E para concluir, saliento que é o formato que estamos nos opondo e esse formato, se vossa excelência não sabe, são dois quilômetros e meio na João Durval que vai diminuir dois minutos apenas e estão equivocado em um projeto no ponto de vista do prefeito eleitoreiro, que poderia concentrar forças em outros bairros que são de maiores necessidades”, disse Beldes.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br