STF autoriza investigação contra senador Aloysio Nunes, ex-candidato a vice-presidente na chapa de Aécio Neves em 2014

Senador Aloysio Nunes Ferreira é investigado por envolvimento no caso Lava Jato.

Senador Aloysio Nunes Ferreira é investigado por envolvimento no caso Lava Jato.

Em depoimento na Operação Lava Jato, Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, afirmou ter feito duas doações ao senador tucano em 2010, quando ele se elegeu ao Senado. Uma de R$ 300 mil, feita legalmente, e outra de R$ 200 mil, entregue para o caixa dois

O senador Aloysio Nunes (PSDB), candidato à vice-presidência ao lado de Aécio Neves (PSDB) em 2014, será investigado no âmbito da Operação Lava Jato.

O pedido do Ministério Público Federal para investigar o senador foi autorizado pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF). As informações foram divulgadas pelo Jornal Nacional, da “Rede Globo”, neste sábado (5).

A abertura de ínquerito acontece após o depoimento em delação premiada do empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, pela Lava Jato.

Em depoimento à Polícia Federal (PF), Pessoa afirmou ter feito duas doações ao senador tucano em 2010, quando ele se elegeu ao Senado. Uma de R$ 300 mil, feita legalmente, e outra de R$ 200 mil, entregue para o caixa dois.

Em resposta ao Jornal Nacional, o tucano classificou a investigação como “um desvio do verdadeiro foco da operação Lava Jato”.

“É simplesmente absurda a mera suposição de que eu, oposicionista notório e intransigente aos governos do PT, pudesse favorecer negócios na Petrobras”, declarou Aloysio. No entanto, ele não está sendo investigado por suposta influência na Petrobras, mas sim por recebimento de caixa dois em sua campanha.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br