Sesab lança o programa Saúde Sem Fronteiras

Equipe do programa 'Saúde Sem Fronteiras'.

Equipe do programa ‘Saúde Sem Fronteiras’.

Saúde Sem Fronteiras é o programa da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) que reúne os serviços de rastreamento do câncer de mama (mamografia), oftalmologia, odontologia (Odontomóvel) e doação de sangue (Hemóvel). O lançamento ocorre no dia 2 de outubro de 2015, em Porto Seguro, como parte da programação do Outubro Rosa, mês de atenção especial para as mulheres.

Com investimento anual de até R$ 40 milhões, os serviços foram integrados e ganharam atenção redobrada, com mais veículos e atividades indo aos quatro cantos do estado. Além dos serviços realizados em unidades fixas, o programa Saúde Sem Fronteiras foi ampliado e agora possui 16 veículos, com perspectiva de crescimento. Com isso, a Sesab pretende levar, cada vez mais, serviços considerados de difícil acesso para a população.

Rastreamento do câncer de mama

De 2011 a 2014, o programa rastreamento do câncer de mama percorreu 280 municípios, realizando mais de 220 mil exames de mamografia. Este ano o programa já beneficiou a população feminina das regiões de Paulo Afonso (Nordeste), Barreiras (Oeste) e nesta semana, os veículos encontram-se distribuídos nos municípios de Cruz das Almas, Governador Mangabeira, Maragogipe e Muritiba.

O atendimento é feito por meio de seis unidades móveis e o seu diferencial é o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando à integralidade do atendimento.

Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia na região de residência das pacientes. Este programa é uma ferramenta de acesso da mulher às ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

Atendimento em oftalmologia

Ao reconhecer a existência de vazios assistenciais e baixa cobertura de serviços oftalmológicos nos municípios, a Secretaria da Saúde do Estado busca ampliar o acesso da população nesta área. O programa prevê, em cada etapa, a realização de 5 mil consultas oftalmológicas e 1,5 mil cirurgias de catarata. O público alvo é composto por alunos do Programa TOPA (Todos pela Alfabetização) e população com idade a partir de 60 anos.

Unidade de odontologia faz atendimento no interior do estado

O Odontomóvel tem o objetivo de ampliar e qualificar o acesso a assistência odontológica em comunidades baianas com carência nessa especialidade e de vulnerabilidade social. Este ano já foram realizadas mais de 22 mil consultas e 280 mil procedimentos. As carretas são compostas por conjuntos odontológicos onde trabalham, simultaneamente, dez dentistas, além de profissionais que atendem nas tendas instaladas na parte externa e orientam sobre a saúde bucal.

No Odontomóvel são realizados os seguintes procedimentos: restauração, cirurgias de alta e baixa complexidade, tratamento de canal, coroa provisória, aplicação de flúor, exame radiológico, periodontia (tratamento de gengiva), entre outros. Também são atendidas crianças e portadores de necessidades especiais.

Doação de sangue

Para ajudar a salvar vidas, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), órgão ligado à Sesab, dispõe de dois ônibus denominados de Hemóvel. Com duas unidades móveis que se deslocam para regiões com grande fluxo de pessoas, a resposta da população tem sido positiva, elevando o número de bolsas de sangue captadas.

O Hemóvel tem capacidade para coletar 120 bolsas de sangue em jornada de oito horas, além de fazer o cadastro para a doação de medula óssea. Uma amostra do DNA do doador vai para o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e, em caso de compatibilidade com algum paciente, o transplante é realizado. Em nível de captação, as unidades móveis superam 23 das 24 unidades de coleta no estado.

Segundo o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, duas novas unidades móveis estarão disponíveis até o próximo ano. “O nosso compromisso é seguir ampliando para acabar com o déficit nos hemocentros e, ainda este ano, teremos também a primeira experiência em postos do SAC, começando na unidade de Cajazeiras”, afirma.

Outras publicações

MPF denuncia 11 pessoas por fraude na obtenção de financiamentos pelo Banco do Nordeste Ministério Público Federal da Bahia. Os réus se passavam por pequenos produtores rurais e se apropriaram de R$ 150 mil destinados para promover o de...
Bahia ganha novo Voo Charter da Itália para o verão A Bahia ganhou mais um voo charter para a temporada de verão. Dessa vez os italianos terão a opção de visitar o estado com o voo da Air Italy, que ter...
Operação Lava Jato: ex-contadora afirma que deputado federal Luiz Argôlo recebeu mais de R$ 1 milhão de Alberto Youssef O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados ouve a ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, preso na operação Lava Jato, da Polí...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br