Sesab lança o programa Saúde Sem Fronteiras

Equipe do programa 'Saúde Sem Fronteiras'.

Equipe do programa ‘Saúde Sem Fronteiras’.

Saúde Sem Fronteiras é o programa da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) que reúne os serviços de rastreamento do câncer de mama (mamografia), oftalmologia, odontologia (Odontomóvel) e doação de sangue (Hemóvel). O lançamento ocorre no dia 2 de outubro de 2015, em Porto Seguro, como parte da programação do Outubro Rosa, mês de atenção especial para as mulheres.

Com investimento anual de até R$ 40 milhões, os serviços foram integrados e ganharam atenção redobrada, com mais veículos e atividades indo aos quatro cantos do estado. Além dos serviços realizados em unidades fixas, o programa Saúde Sem Fronteiras foi ampliado e agora possui 16 veículos, com perspectiva de crescimento. Com isso, a Sesab pretende levar, cada vez mais, serviços considerados de difícil acesso para a população.

Rastreamento do câncer de mama

De 2011 a 2014, o programa rastreamento do câncer de mama percorreu 280 municípios, realizando mais de 220 mil exames de mamografia. Este ano o programa já beneficiou a população feminina das regiões de Paulo Afonso (Nordeste), Barreiras (Oeste) e nesta semana, os veículos encontram-se distribuídos nos municípios de Cruz das Almas, Governador Mangabeira, Maragogipe e Muritiba.

O atendimento é feito por meio de seis unidades móveis e o seu diferencial é o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando à integralidade do atendimento.

Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia na região de residência das pacientes. Este programa é uma ferramenta de acesso da mulher às ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

Atendimento em oftalmologia

Ao reconhecer a existência de vazios assistenciais e baixa cobertura de serviços oftalmológicos nos municípios, a Secretaria da Saúde do Estado busca ampliar o acesso da população nesta área. O programa prevê, em cada etapa, a realização de 5 mil consultas oftalmológicas e 1,5 mil cirurgias de catarata. O público alvo é composto por alunos do Programa TOPA (Todos pela Alfabetização) e população com idade a partir de 60 anos.

Unidade de odontologia faz atendimento no interior do estado

O Odontomóvel tem o objetivo de ampliar e qualificar o acesso a assistência odontológica em comunidades baianas com carência nessa especialidade e de vulnerabilidade social. Este ano já foram realizadas mais de 22 mil consultas e 280 mil procedimentos. As carretas são compostas por conjuntos odontológicos onde trabalham, simultaneamente, dez dentistas, além de profissionais que atendem nas tendas instaladas na parte externa e orientam sobre a saúde bucal.

No Odontomóvel são realizados os seguintes procedimentos: restauração, cirurgias de alta e baixa complexidade, tratamento de canal, coroa provisória, aplicação de flúor, exame radiológico, periodontia (tratamento de gengiva), entre outros. Também são atendidas crianças e portadores de necessidades especiais.

Doação de sangue

Para ajudar a salvar vidas, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), órgão ligado à Sesab, dispõe de dois ônibus denominados de Hemóvel. Com duas unidades móveis que se deslocam para regiões com grande fluxo de pessoas, a resposta da população tem sido positiva, elevando o número de bolsas de sangue captadas.

O Hemóvel tem capacidade para coletar 120 bolsas de sangue em jornada de oito horas, além de fazer o cadastro para a doação de medula óssea. Uma amostra do DNA do doador vai para o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e, em caso de compatibilidade com algum paciente, o transplante é realizado. Em nível de captação, as unidades móveis superam 23 das 24 unidades de coleta no estado.

Segundo o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, duas novas unidades móveis estarão disponíveis até o próximo ano. “O nosso compromisso é seguir ampliando para acabar com o déficit nos hemocentros e, ainda este ano, teremos também a primeira experiência em postos do SAC, começando na unidade de Cajazeiras”, afirma.

Outras publicações

Governo da Bahia que atrair novos investidores para o Porto Sul Perspectiva ilustrada do Porto Sul em Ilhéus. O Governo da Bahia iniciou o processo de seleção de acionistas privados para a constituição de Socieda...
Empresa especializada em pesca oceânica quer quer investir na Bahia Instalada em Santa Catarina há 22 anos, a empresa Leardini, especializada em pesca oceânica e em criação de peixes, quer investir na Bahia, atraída pe...
Fórum discute tendências de modernização da hotelaria baiana Fórum Baiano de Hotelaria e Turismo ocorreu em Salvador. Durante a abertura dos trabalhos do Fórum Baiano de Hotelaria e Turismo, promovido pela Ass...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br