Resgate da cidadania | Por Paiva Netto

José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

Originário da campanha permanente da Legião da Boa Vontade contra a fome e pela cidadania — lançada pelo saudoso Fundador da LBV Alziro Zarur (1914-1979) no fim da década de 1940, com a popular “Sopa dos Pobres” —, o programa socioeducativo Ronda da Caridade da LBV, lançado em 1o de setembro de 1962, completa mais um ano de atuação.

Tive o privilégio de participar da Ronda inaugural, em 1o/9/1962, no Rio de Janeiro/RJ. Guardo, até os dias de hoje, aquele espírito do começo, perseverando e tendo a honra de ver multiplicada esta equipe que, diuturnamente, levanta das calçadas brasileiros iguais a nós. Lembro-me de que nessa ocasião completava-se o 23o ano do início da Segunda Guerra Mundial, quando Hitler invadiu a Polônia. Com a Ronda da LBV, se fez e se faz o contrário: proclama-se a “guerra” contra o desamparo, a deseducação e a miséria.

Com o passar do tempo, aprimoramos a iniciativa, adequando-a aos parâmetros da Política Nacional de Assistência Social (PNAS). Hoje, as ações desenvolvidas com as famílias visam à aquisição do conhecimento de seus deveres e direitos, à percepção de oportunidades e à melhoria das práticas comunitárias, com vista a aumentar a qualidade de vida das gentes por meio de palestras educativas, entrega de refeições e/ou alimentos crus e oficinas de incentivo à busca de novos conhecimentos, de forma que as pessoas atendidas possam exercer efetivamente a cidadania plena. São realizadas, também, atividades lúdicas que estimulam boas atitudes e o relacionamento dentro do grupo, sem esquecer a prece no lar, que traz o conforto espiritual tão necessário nos momentos difíceis.

Minha homenagem a todos os voluntários da Equipe Legionária Altruística e Ecumênica, que se dedica a amenizar o sofrimento alheio, de modo que vivamos um mundo melhor.

Objetivos do Milênio e a Ronda

É importante ressaltar que os Oito Objetivos do Milênio — estabelecidos pela ONU e subscritos por 191 países, cuja meta é trabalhar vários pontos, desde a erradicação da pobreza e da fome até a preservação do meio ambiente — alinham-se de maneira peremptória com os princípios da vanguardeira atuação da LBV.

Super RBV

Coincidentemente, em 1992, num 1o/9, iniciei a programação 24 horas da Super Rede Boa Vontade de Rádio, no Brasil, no exterior e também pela internet. Por sinal, o surgimento da LBV deu-se a partir do famoso Hora da Boa Vontade, que Zarur estreou na Rádio Globo, do Rio de Janeiro, a 4 de março de 1949.

Ao longo desses anos, a Super RBV caracterizou-se pelo pioneirismo de veicular, de hora em hora, uma Prece Ecumênica. Com uma grade diversificada (esporte, cultura, jornalismo e utilidade pública), a maior audiência fica por conta da mensagem do Evangelho-Apocalipse de Jesus, explicado em Espírito e Verdade à luz do Mandamento Novo do Cristo Ecumênico, o Divino Estadista: “Amai-vos como Eu vos amei”.

* Super Rede Boa Vontade de Rádio — Rede radiofônica criada por Paiva Netto, que hoje conta com emissoras interligadas via satélite e conectadas permanentemente à internet: www.boavontade.com

*Por José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br