Presidida pela senadora Lídice da Mata, CPI ouve especialistas em direitos humanos e segurança pública

Presidida pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA), a CPI foi criada para ouvir especialistas em segurança pública e direitos humanos.

Presidida pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA), a CPI foi criada para ouvir especialistas em segurança pública e direitos humanos.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura o assassinato de jovens no Brasil promove na segunda-feira (28/09/2015) mais uma audiência pública interativa para ouvir representantes do Ministério da Justiça, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O debate, com início às 19h30 na sala 19 da ala senador Alexandre Costa, pode ser acompanhado por meio do portal e-Cidadania ou pelo Alô Senado (0800612211).

Presidida pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA), a CPI foi criada para ouvir especialistas em segurança pública e direitos humanos, assim como a família de jovens assassinados, a fim de traçar um mapa das cidades com mais casos de homicídios desse grupo, assim como identificar as razões do crescimento dessa violência. A comissão já realizou diligências em diversos capitais brasileiras.

A violência é um dos problemas mais graves e presentes na vida dos brasileiros. Para a parcela de jovens da população, esse problema toma proporções de tragédia. Segundo o estudo Mapa da Violência 2015: adolescentes de 16 e 17 anos do Brasil, as mortes de jovens por causas naturais diminuíram significativamente desde a década de 1980, em contraste com o aumento por causas não naturais, entre as quais se destaca a disparada no número de homicídios.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br