Presidenta Dilma Rousseff se diz otimista com superação da crise e fará ajustes para seguir adiante

Presidente Dilma Rousseff: “Acredito que o Brasil tem todas as condições, e sou extremamente otimista no que se refere à superação das dificuldades que nós temos enfrentado".

Presidente Dilma Rousseff: “Acredito que o Brasil tem todas as condições, e sou extremamente otimista no que se refere à superação das dificuldades que nós temos enfrentado”.

Um dia após o anúncio de novas medidas fiscais para reequilibrar as contas, com redução de gastos e aumento de receitas, a presidenta Dilma Rousseff disse hoje (15/09/2015) que está otimista com a superação da crise e que fará os ajustes para seguir em frente.

“Acredito que o Brasil tem todas as condições, e sou extremamente otimista no que se refere à superação das dificuldades que nós temos enfrentado. Sou otimista porque, nesses últimos anos, nós acumulamos um grande arsenal para reagir. O Brasil está passando por alguns problemas, é verdade. Mas ele é mais forte e maior que esses problemas”, disse a presidenta, em discurso, durante a entrega do 28º Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto.

Dilma citou políticas de agricultura e de inclusão de microempreendedores como exemplos de bases para a recuperação da economia brasileira. “Temos conquistas que nós não vamos deixar atrás. Nós vamos fazer os nossos ajustes, e vamos seguir em frente”.

A presidenta voltou a criticar os que são pessimistas quanto à situação da economia brasileira, e disse que o momento é de união para ajudar o país a voltar a crescer. “Esse país é muito maior que os pessimistas de plantão querem fazer crer, esse país tem capacidade criativa e, sobretudo, quando estamos juntos somos capazes, sim, de superar desafios e dificuldades. Temos que nos dedicar de corpo e alma a construir a trajetória para o país voltar a crescer”.

Nova CPMF

Dilma defendeu a iniciativa do governo de propor a recriação de um tributo nos moldes da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CMPF), mas disse que a aprovação da medida depende do Congresso Nacional. “O governo não aprova a CPMF, quem aprova a CPMF é o Congresso.”

A presidenta confirmou que a proposta do governo é que o tributo tenha alíquota de 0,2%, e seja integralmente repassado à Previdência. “Porque nós sabemos que este período tem uma depressão cíclica na Previdência, sempre é assim. A Previdência tem uma queda quando diminui a atividade econômica”, justificou.

“Essas medidas são necessárias, porque nós queremos tomá-las. Elas são necessárias, porque passamos por um momento em que é fundamental que saiamos dessa situação de restrição fiscal o mais rápido possível, para poder voltar a crescer, gerar os empregos necessários para o país”.

Segundo Dilma, o anúncio de medidas da reforma administrativa do governo, que prevê o corte de dez dos 39 ministérios, será feito até quarta-feira da semana que vem. Além de reduzir o número de ministérios, Dilma prometeu juntar órgãos federais e cortar cargos comissionados.

Prêmio Jovem Cientista

Dilma recebeu os vencedores do 28º Prêmio Jovem Cientista, que este ano teve como tema “Segurança Alimentar e Nutricional”, e premiou iniciativas de pesquisa e inovação de estudantes, mestre e doutores de vários estados do país.

A pesquisadora Bárbara Rita Cardoso, agraciada pelo estudo sobre os efeitos do consumo da castanha-do-Brasil na prevenção e no combate ao mal de Alzheimer, elogiou a premiação e cobrou mais recursos para a pesquisa no Brasil. “Só quem sabe ciência sabe o trabalho que dá, mas só quem ama entende o prazer que a ciência nos proporciona”, disse. “Iniciativas como essa abrem portas para que cabeças frescas e jovens se engajem e impulsionem a ciência. É assim que podemos melhorar o mundo”, completou.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, disse que a premiação reconhece o esforço, a disciplina e o espírito de renúncia dos jovens cientistas, além de evidenciar a ciência a serviço do desenvolvimento humano, do progresso e da elevação do padrão de vida da sociedade. “Precisamos da ciência e da pesquisa para a boa formação da nossa população, das nossas crianças e para a soberania científica e tecnológica do Brasil”.

*Com informação da Agência Brasil

Outras publicações

Petroleiros anunciam greve por tempo indeterminado Federação Única dos Petroleiros protocolou na Petrobras o comunicado de greve por tempo indeterminado. A Federação Única dos Petroleiros (FUP) proto...
Pesquisa mostra que classe média já tem mais de 100 milhões de brasileiros Em 2010, cerca de 19 milhões de brasileiros ascenderam à classe C, que já é integrada por 52% da população brasileira. Ao todo, são 101 milhões de pes...
Professores poderão ter direito a 14º salário Proposta que garante bonificação anual para os profissionais da educação básica que estiverem em exercício nas escolas e melhorarem seu desempenho pod...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br