Prefeito de Salvador participa de seminário sobre cenário industrial no Brasil

Prefeito ACM Nerto participou do Indústria Forte. Evento reuniu diversos empresários do setor e convidados no auditório da Fieb.

Prefeito ACM Nerto participou do Indústria Forte. Evento reuniu diversos empresários do setor e convidados no auditório da Fieb.

O prefeito ACM Neto participou da abertura do seminário Indústria Forte, realizado nesta segunda-feira (31/08/2015), no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), no Stiep. O evento, que contou também com contou com as presenças do presidente da Fieb, Ricardo Alban; do presidente da Associação Comercial da Bahia (ACB), Luiz Fernando Studart; secretários municipais, estaduais e convidados tem como intuito discutir o cenário industrial nos âmbitos local, nacional e internacional, principalmente nesse período de crise pelo qual passa o país atualmente, e as formas de financiar o setor produtivo.

No discurso, o prefeito ressaltou que este é um momento duro para todos, salientando que, somente pela Prefeitura, houve uma queda de 11% na arrecadação somente em julho. “Os serviços na cidade não foram afetados porque fizemos o dever de casa logo no início do mandato, com o trabalho de organização das finanças. Recentemente, houve uma reunião de secretariado em que fizemos um ajuste no orçamento, cortando os gastos no tamanho da máquina para garantirmos os serviços ao cidadão”.

O prefeito também salientou que a crise econômica brasileira é efeito da desorganização da gestão federal. “O cidadão não pode pagar pelo rombo no orçamento federal, por isso sou contra a volta da CPMF, entendendo que a solução não é o aumento da carga tributária, mas sim a racionalização da máquina federal. No entanto, este não é o momento de torcer contra o governo federal, mas sim de que todos dêem as mãos para sair dessa crise, com ações efetivas para isso. O sistema tributário brasileiro, por exemplo, precisa ser revisto”, completou.

No âmbito municipal, foram destacadas iniciativas promovidas pela Prefeitura para estimular e apoiar o setor produtivo, como o Salvador Negócios, agência de atração de investimentos para a capital baiana, e o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento Sustentável e Inovação (PIDI), de incentivo fiscal para empreendimentos instalados em áreas degradadas da cidade e já encaminhado à Câmara de Vereadores para apreciação. “No que puder, estaremos ajudando o setor produtivo no sentido de gerar mais emprego e produtos e, assim, movimentar a economia da cidade”, finalizou ACM Neto.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br