ONU diz que mais de 19 mil colombianos deixaram a Venezuela

Médicos da Polícia Nacional Colombiana, especializados em primeiros socorros, reforçam as atenções para os colombianos que regressam ao país vindo da Venezuela.

Médicos da Polícia Nacional Colombiana, especializados em primeiros socorros, reforçam as atenções para os colombianos que regressam ao país vindo da Venezuela.

O Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários da Organização das Nações Unidas (ONU) informou hoje que 19.686 colombianos regressaram ao seu país, procedentes da Venezuela, desde que teve início a crise na fronteira entre os dois países. Outros 1.608 foram deportados.

O organismo humanitário admitiu, num comunicado, que “o número de pessoas que regressaram pode ser superior ao das estatísticas oficiais, já que se desconhece o total que chega à Colômbia através de “travessias informais”.

A crise fronteiriça começou no dia 19 de agosto último, com o fechamento da principal passagem entre as cidades de Cúcuta, na Colômbia, e San Antonio e Ureña, na Venezuela.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br