Durante evento oficial de emancipação política de Feira de Santana, Carlos Augusto, diretor do Jornal Grande Bahia, é homenageando pelo Município com a Ordem do Mérito

Carlos Augusto recebe do prefeito José Ronaldo de Carvalho a Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana – classe Oficial – área da Comunicação Social.

Carlos Augusto recebe do prefeito José Ronaldo de Carvalho a Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana – classe Oficial – área da Comunicação Social.

Carlos Augusto assina o livro registrando ingresso como Oficial da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana.

Carlos Augusto assina o livro, registrando ingresso como Oficial da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana.

Certificado da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana concedido a Carlos Augusto.

Certificado da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana concedido a Carlos Augusto.

Alessandra de Paula, esposa de Carlos Augusto. Acompanha e apoia o marido.

Alessandra de Paula, esposa de Carlos Augusto, acompanha e apoia o marido.

Um gesto de respeito a opinião pública e a liberdade de imprensa, assim pode ser avaliada a atitude da administração do prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM) ao homenagear o diretor e editor do Jornal Grande Bahia, Me. Carlos Augusto Oliveira da Silva, com a Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana na classe Oficial, na área da Comunicação Social.

A comenda foi entregue durante solenidade oficial ocorrida na casa de eventos Spazio, na noite de sexta-feira (18/09/2015), oportunidade em que o Município de Feira de Santana completou 182 anos de emancipação política.

Observa-se que, com a homenagem, o prefeito José Ronaldo demonstra que não se tornou a figura carismática e querida da população feirense sem que o mesmo detivesse as qualidades essenciais a um homem público, dentre elas o de respeito a liberdade de imprensa e ao pensamento intelectual crítico.

Visão progressista

O posicionamento crítico exercido pelo cientista social e jornalista Carlos Augusto provocou profundos debates na sociedade feirense sobre como os feirenses devem atuar enquanto protagonistas da própria história, sobre a relação entre desenvolvimento econômico e meio ambiente, e sobre qual a melhor maneira de investir os recursos públicos. Esses foram alguns dos aspectos abordados em diversas matérias e editoriais publicados pelo intelectual Carlos Augusto. Matérias reunidas sob as temáticas A cidade desconstruída, BRT de Feira de Santana, Caso Lagoa do Subaé, Crise no transporte, Máfia do lixo e Operação Voucher.

O jornalista afirma que o trabalho desenvolvido, através do Grande Bahia, objetiva elevar os padrões de desenvolvimento socioeconômico, observando o equilíbrio com o meio ambiente, tendo como consequência o aprimoramento da sociedade através de políticas compensatórias que resultem em uma comunidade harmoniosa.

Homenagem e responsabilidade

Carlos Augusto avalia que o reconhecimento, primeiro da sociedade, através da audiência do jornal; e depois dos poderes constituídos, através de comendas e ofícios amplia a responsabilidade na produção dos conteúdos publicados.

O cientista social infere que o jornal defende os mesmos princípios e valores instituídos na Carta da Organização das Nações Unidas, entidade da qual é contratualmente parceiro através da relação com a Rádio ONU. Carlos Augusto cita o fato do Brasil ter recepcionado, em Lei Federal, a integralidade da Carta, através do decreto nº 19.841, de 22 de outubro de 1945, promulgado pelo presidente Getúlio Vargas. Conforme observa-se a seguir:

– Nós, os povos das Nações Unidas, resolvidos a preservar as gerações vindouras do flagelo da guerra, que por duas vezes, no espaço da nossa vida, trouxe sofrimentos indizíveis à humanidade, e a reafirmar a fé nos direitos fundamentais do homem, na dignidade e no valor do ser humano, na igualdade de direito dos homens e das mulheres, assim como das nações grandes e pequenas, e a estabelecer condições sob as quais a justiça e o respeito às obrigações decorrentes de tratados e de outras fontes do direito internacional possam ser mantidos, e a promover o progresso social e melhores condições de vida dentro de uma liberdade ampla.

Carlos Augusto diz que o texto introdutório da Carta da ONU é uma síntese de valores a serem reificados na sociedade e no discurso do jornal.

Ele conclui lembrando da mãe Lucy Oliveira da Silva. “Ela, nos ensinamentos passados, pregou a generosidade e o respeito a natureza, e a humanidade. Lições simples de uma mulher extraordinária, que estão incorporadas ao discurso do Jornal Grande Bahia”.

O diretor do Jornal Grande Bahia finaliza agradecendo a família, nas pessoas do pai José Augusto, da filha Carla Patricia, dos irmão José Augusto Junior e Luis Cláudio, da esposa Alessandra de Paula, da enteada Marianna de Paula; e do casal de amigos Carlos Kruschewsky e Rita Kruschewsky. Ele agradece, também, o apoio dos funcionários, da rede de colaborardes e parceiros do veículo, e das pessoas que leem e discutem os conteúdos publicados.

Baixe

Relação de nomes homenageados com a Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana, publicado no Diário Oficial do Município em 16 de setembro de 2015

Leia +

Durante evento oficial de emancipação política de Feira de Santana, Carlos Augusto, diretor do Jornal Grande Bahia, é homenageando pelo Município com a Ordem do Mérito

Novos comendadores e oficiais são admitidos na edição 2015 da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana

Prefeitura de Feira de Santana homenageia feirenses com Ordem do Mérito

Município homenageia feirenses com Ordem do Mérito

Confira imagens do evento

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br