Na TV, PMDB pede menos impostos, correção de erros e unificação nacional

Vice-presidente Michel Temer participa do programa do PMDB.

Vice-presidente Michel Temer participa do programa do PMDB.

O PMDB divulgou mais cedo o programa do partido que será exibido em cadeia nacional nesta quinta-feira (25/09/2015). Um grupo de parlamentares liderado pelo vice-presidente Michel Temer se reveza para pedir a correção de “erros do governo” e se colocarem contra o aumento de impostos, evidenciando a desconexão com seu maior aliado, o PT.

No início do vídeo, a apresentadora abre o discurso dizendo que a sociedade está “angustiada de sempre pagar a conta”, em menção às dificuldades encontradas pelo governo em acertar medidas que tirem o país da crise econômica, “que já resulta em recessão e desemprego”. O partido fala em “deixar estrelismos de lado” e, principalmente “reunificar os sonhos”.

Em sua primeira aparição, Temer indica que todos fatores da crise são superáveis e pede que as medidas sejam tomadas além de interesses partidários ou pessoais. “É nesse contexto que devemos pensar o Brasil”, diz. “Cabe a nós, representantes de todos os setores da sociedade, o dever de construir agora um amanhã cada vez melhor.”

Em uma mescla de rostos famosos com desconhecidos, seus companheiros de partido, no entanto, sobem o tom das críticas. Ivo Sartori, governador do Rio Grande do Sul, fala em “desencanto e falta de perspectiva”. O senador Waldemir Moka diz que não se pode permitir “que o brasileiro pague mais do que já está pagando por falta de propostas claras”.

Confira o vídeo

*Com informações de agências de notícias.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br