Movimento cultural Quixabeira é homenageado na Assembleia Legislativa da Bahia

Movimento cultural Quixabeira é homenageado na Assembleia Legislativa da Bahia.

Movimento cultural Quixabeira é homenageado na Assembleia Legislativa da Bahia.

Uma sessão especial realizada conjuntamente pelos deputados Marcelino Galo e Gika Lopes, na Assembleia Legislativa da Bahia, homenageou, nesta sexta-feira (11/09/2015), o movimento Cultural Quixabeira. Durante a solenidade foi proposta tornar o movimento cultural Patrimônio Imaterial da Bahia. Marcado pela tradição de resgate da cultura dos cânticos do trabalhador rural, os quais expressam aspectos relativos às suas heranças e vivências, o Movimento da Quixabeira é dividido na Bahia em cinco regionais nos territórios de Feira de Santana, Valente, Alagoinhas, região de Serrinha e de Araci.

A Quixabeira é um movimento que começou a partir de uma pesquisa feita pela senhora Maria José de Oliveira dos Santos, no final da década de 80, e a partir dela foi produzido o disco “Da Quixabeira pro berço do rio”. O sentido era dar ao trabalhador/compositor as mesmas condições que um músico profissional tem. Outro ator importante para a valorização da Quixabeira foi o maestro e pesquisador Bernand Von Der Weid, também homenageado pelos deputados na atividade com uma placa condecorativa, chamado por Galo como “o anjo bom que aqui chegou e soube entender, valorizar e contribuir com essa importante cultura do nosso estado”. O parlamentar destacou a importância do fortalecimento do movimento para a promoção da nossa cultura de raiz e a relação entre o homem e a natureza no sertão, além do papel do canto da Quixabeira na formação da identidade cultural do nordestino em nosso estado.

“Os cânticos e as músicas da Quixabeira é como o umbuzeiro e o mandacaru, resistem à aculturação das redes de rádio e de TV, porque estar enraizada na consciência do povo, dos homens, das mulheres, dos meninos e das meninas, é mais forte que a estiagem, é mais grudada do que a moda, embora a onda e o desprezo ao que é do povo seja bastante visível pelos que detém o poder”, ressaltou Galo. O deputado Gika Lopes enfatizou a importância de se valorizar a cultura do sertão e do recôncavo baiano. “É importante a gente dar visibilidade e fortalecer o movimento Quixabeira, que é uma tradição com os cânticos dos trabalhadores rurais, que expressão suas heranças e identidade no campo”, afirmou o parlamentar.

Durante a sessão especial, além de exposições de artesãos, apresentações culturais e de samba de roda encantaram o público presente no plenário da Assembleia Legislativa. No ato, uma placa condecorativa foi entregue a Lena Souza em homenagem ao fundador do Movimento, Bernard Von Der Weid (in memoriam). Também participaram do evento, lideranças do movimento Quixabeira de Piritinga, Valente, Ichu, Santa Bárbara, Feira de Santana, Serrinha, Conceição de Coité, Teofilândia, Araci e Alagoinhas. A presidente do Movimento de Quixabeira, Maria José dos Anjos, o prefeito de Valente, Ismael Ferreira de Oliveira, o primeiro presidente da Quixabeira, José Leôncio das Chagas, representantes do Ministério da Cultura, da Secretaria de Cultura do Estado, da Secretaria de Turismo do Estado e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC).

Outras publicações

Reveillon de Ilhéus promete ser um dos melhores da Bahia Mais uma vez, o Reveillon de Ilhéus promete ser um dos mais movimentados e eletrizantes do Estado da Bahia. As principais festas que estarão agitando ...
Bahia ganha voo Charter direto da França a partir de outubro A partir de outubro, os franceses terão ainda mais facilidade para visitar a Bahia. Um voo charter administrado pelas operadoras Heliades, em Paris, e...
Municípios baianos se destacam na produção agrícola Algodão é uma das culturas agrícolas em expansão na Bahia. O plantio de algodão de São Desidério – maior produtor da fibra no País –, localizado no ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br