Governo da Bahia investe mais de R$ 40 milhões na requalificação do Centro Antigo de Salvador

Governador Rui Costa assina Ordem de Serviço para pavimentação e qualificação de 80 vias do Centro Antigo de Salvador

Governador Rui Costa assina Ordem de Serviço para pavimentação e qualificação de 80 vias do Centro Antigo de Salvador

Centro Antigo de Salvador recebe investimentos.

Centro Antigo de Salvador recebe investimentos.

Bairros como Nazaré, Centro, Dois de Julho, Politeama e outras localidades do Centro Antigo de Salvador começam a receber melhorias de pavimentação e requalificação com investimentos de cerca de R$ 43 milhões. As obras fazem parte do Plano de Reabilitação do Centro Antigo e foram autorizadas, na manhã desta segunda-feira (28/09/2015), pelo governador Rui Costa, que esteve acompanhado de secretários estaduais, em cerimônia realizada no Espaço Itaú- Glauber Rocha, na Praça Castro Alves. O pacote contempla 80 vias e as intervenções já começam nesta segunda.

As localidades foram escolhidas depois de um estudo elaborado na região, no qual se verificou uma necessidade de recuperação de passeios e ruas do Centro Antigo. O governador destacou que essas obras reconstroem e requalificam as vias para os baianos e também para visitantes.

“Em qualquer lugar do mundo, o Centro Histórico é incorporado ao cotidiano das pessoas, a população faz parte e usufrui do patrimônio histórico do local. E aqui não será diferente, o centro tem que ser o lugar da vivência das pessoas, não queremos mais que essa estrutura seja mantida apenas para contemplação, mas que seja usada como meio de vida dos baianos”, afirmou Rui, que ainda falou sobre outros projetos que vão dar mais acesso e facilitar a circulação no Centro, como o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), o novo Centro de Convenções, e o metrô da Lapa até a Barroquinha.

A recuperação das vias vai beneficiar os cerca de 77 mil moradores do Centro Antigo e valorizar as regiões turísticas, que vão ganhar novas calçadas em concreto lavado, permitindo a acessibilidade de portadores de necessidades especiais, com rampas de acesso, piso tátil, além de 13 quilômetros em ciclofaixas e 73 quilômetros em nova pavimentação, além de sinalização viária e obras de drenagem. Alguns locais, como as ruas Chile e Direita do Santo Antônio, por exemplo, também ganharão as chamadas valas técnicas, que retiram parte da fiação aérea de energia elétrica, telefonia e internet e as instalam em estruturas subterrâneas.

Intervenções

O início das intervenções se dá pela Ladeira da Montanha e, na seqüência, Ladeiras da Misericórdia, Conceição da Praia, Preguiça, além da Rua Pau da Bandeira e Manuel Vitorino. O prazo para a entrega das 80 ruas é de 18 meses. Isso porque em algumas regiões, devido ao grande fluxo de pessoas e veículos, só devem ser realizadas no período noturno. Elas estão sob responsabilidade da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas) da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

O Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador prevê investimentos de R$ 123 milhões na melhoria da infraestrutura urbana em mais de 250 ruas da região, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC), do Governo federal. Essas requalificações de passeios e ruas foram divididas em cinco lotes.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br