Expedição ‘Rastreando o Rio São Francisco’ avança e chega ao Estado da Bahia

Rio São Francisco.

Rio São Francisco.

Na última segunda-feira (07/09/2015), o piloto de aventuras Lu Marini pousou no município de Carinhanha, localizado no estado da Bahia, às margens do Rio São Francisco.

A bordo de seu Paramotor, o piloto já percorreu mais de 900 km sobre o rio, parando em 18 cidades ribeirinhas do estado de Minas Gerais. Durante os primeiros 11 dias, foram registradas imagens inéditas que mostram um contraste entre as belezas naturais, descasos ambientais e a pior seca dos últimos 100 anos.

“A situação é realmente muito séria. O nível do rio está muito baixo. Fiquei impressionado com o volume reduzido da represa de Três Marias e como o problema da seca tem afetado a população ribeirinha. Barcos que viviam do turismo no rio não podem navegar, a pesca está prejudicada e cheguei a sobrevoar um lixão a céu aberto às margens do rio. Um absurdo”, comenta Lu Marini.

A expedição inédita, teve início no dia 27 de agosto e o ponto inicial de partida foi a cidade de São Roque de Minas, em Minas Gerais. A aventura tem como objetivo sobrevoar toda a extensão do rio São Francisco, passando por 05 estados brasileiros e 520 municípios. O término da expedição está previsto para o dia 25 de setembro.

Todo o material captado durante a aventura fará parte de um documentário e um livro sobre a expedição. “Quero dar um presente para o ‘’ Velho Chico” que comemora no período em que estarei concluindo a expedição 514 anos desde a sua descoberta,” explica o piloto.

Experiente, Lu Marini conhece os riscos e calculou cada etapa da expedição com o profissionalismo exigido pelo esporte.

Rastreando o Rio São Francisco foi iniciada há 13 meses com um minucioso planejamento que envolveu definição da rota, estudo das condições meteorológicas e predominância dos ventos nas regiões envolvidas, além da equipe, outra etapa de peso na composição desta aventura.

No total, 14 profissionais fazem parte da estrutura operacional do piloto, sendo que seis viajam com Lu Marini e acompanham por terra toda a expedição. Os outros profissionais acompanham e enviam informações diariamente da base do piloto em Santos. “É uma expedição com muitos complicadores, começando com a definição da rota, que quase nunca é possível cumprir. Isso porque sei de onde decolo, mas nunca sei onde vou pousar, devido às condições meteorológicas que enfrento durante o voo. Nessa hora, a equipe de terra tem que estar preparada para o resgate. Não basta um plano de voo. É preciso plano A, B, C”, finaliza Lu Marini.

Sobre o Rio São Francisco

Com extensão de 2.814 km, o Rio São Francisco é um dos mais importantes cursos d’água do Brasil e de toda a América do Sul. Ele passa por 5 estados e 521 municípios, com sua nascente localizada na Serra da Canastra, no município de São Roque de Minas, centro-oeste de Minas Gerais.

Seu percurso atravessa o estado da Bahia, fazendo sua divisa ao norte com Pernambuco, bem como formando a divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas, e, por fim, deságua no Oceano Atlântico, drenando uma área de aproximadamente 641 000 km².

Sobre o Lu Marini

Reconhecido mundialmente através de suas aventuras, Lu Marini é piloto instrutor sênior de Paramotor com larga experiência no esporte. Instrutor da Marinha do Brasil, recordista continental e único piloto do mundo a sobrevoar um vulcão ativo a mais de 5.000 metros, o atleta já enfrentou diversos desafios, entre eles sobrevoar a floresta amazônica, cruzar o litoral do Brasil e enfrentar as dificuldades no Pantanal Selvagem em sobrevoos arriscados.

Recentemente, sobrevoou toda a extensão do rio Tietê, o mais poluído do País, em uma expedição que durou 20 dias.Pela sua contribuição à aviação e divulgação positiva dos esportes aéreos, em 2009 Lu Marini foi homenageado pela Força Aérea Brasileira.

Outras publicações

Hidrovia do rio São Francisco será dragada para funcionar plenamente O Ministério de Infraestrutura e Transportes está elaborando um projeto executivo para dragagem de maior dimensão na hidrovia do rio São Francisco, ...
Revitalização do São Francisco pode custar R$ 30 bilhões Controle ambiental de dragagem no rio São Francisco é realizado pela Codevasf. Todas as ações necessárias para a revitalização da Bacia do Rio São F...
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco debate integração dos afluentes Debate sobre integração dos afluentes do Rio São Francisco. O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) realizou em Brasília, nesta ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br