Clube de Patifes lança novo single ‘Voodoo’

Capa do single 'Voodoo', do Clube de Patifes.

Capa do single ‘Voodoo’, do Clube de Patifes.

“I put a spell on you/ Because you’re mine”. São os versos iniciais de “I Put a Spell on You”, canção composta e gravada por Screamin’ Jay Hawkins na década de 1950. Surgiram muitas versões dela desde então, com artistas como Nina Simone, Creedence Clearwater Revival, Bryan Ferry e até Marilyn Manson registrando interpretações das mais variadas que se possa imaginar. Intérpretes atraídos, provavelmente, pela situação do eu possessivo que admite ir além dos limites racionais para manter consigo a pessoa amada.

Quem escuta ‘Voodoo’, o novo single do Clube de Patifes, pode achar que os feirenses se inspiraram neste clássico da música popular. A letra também fala sobre utilizar a magia a fim de obter a devoção de um certo alguém: “Vou espetar essa boneca/ Pra fazer o meu feitiço/ Vou espetar essa boneca/ Vou te fazer um voodoo// Não sairás mais de perto de mim/ Não me deixarás descansar nunca mais”.

A alusão a uma prática da magia afro-americana, no caso de uma banda que já bebe frequentemente da fonte das religiões afro-brasileiras, concretiza em definitivo aquela velha proposta de unir as águas do Rio Mississipi às águas do velho Chico e do Paraguaçu.

As semelhanças, entretanto, param por aí. “Voodoo” é uma canção semi-acústica com um adendo discreto de metais no refrão, feita de uma maneira que impede o ganho de contornos dramáticos. Mostra o Clube de Patifes soando o mais pop possível nos caminhos pelos quais o blues-rock se estende, alcançando um estágio em que consegue cativar sem estar curvado a fórmulas insossas da indústria musical. Nunca a banda esteve tão madura, apesar de sempre ter se preocupado com a qualidade de suas gravações.

Divulgado como uma prévia, o single fará parte do álbum Casa de Marimbondo, a ser lançado ainda em 2015. Se seguir a linha dos dois últimos lançamentos, o Acústico (2013) e o EP Radiola (2014), será um trabalho daqueles que permanecem com o ouvinte por muito tempo.

A capa que ilustra o single é do artista visual Rex (Santo Design), a produção de Voodoo é de André T e as participações especiais são de Vinícius Freitas (Sax), Normando Mendes (Trompete) e Matias Traut (Trombone), todos integrantes do grupo soteropolitano IFA Afrobeat.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br