Boa alimentação e exercícios físicos devem ser incentivados desde a infância

Crianças devem ser incentivadas desde a infância.

Crianças devem ser incentivadas desde a infância.

Introduzir verduras e legumes na alimentação das crianças às vezes pode ser uma luta constante. Na hora de escolher a comida, elas acabam preferindo os sucos de caixinha, hambúrgueres, doces e refrigerantes. No entanto, os pais precisam ficar alerta, pois a cada ano, mais crianças ficam obesas e desenvolvem problemas de saúde por conta do excesso de peso. Estudos apontam que o risco de uma criança obesa se tornar um adulto obeso é de 40%.

Já o adolescente obeso se torna um adulto obeso em 80% dos casos, ou seja, o dobro se compararmos a uma criança. Por isso, é importante ter muita atenção na alimentação e no sedentarismo! Quando a alimentação da criança é pobre em nutrientes, ela pode ter anemia, falta de cálcio, colesterol alto, além de outros problemas. A falta de cálcio reflete no déficit de crescimento, déficit de desenvolvimento, maior chance de obesidade e osteoporose. “É recomendado em torno de 1300mg de cálcio ao dia, ou seja, três porções de derivados lácteos (iogurte, leite e queijo, por exemplo).

O cálcio também está presente nas folhas verdes escuras, brócolis, repolho, espinafre. Além do cálcio, é importante consumir também o ferro, encontrado principalmente na carne vermelha”, explica a nutricionista Sara Frediani, da Hammer Academia. Aliado aos bons hábitos alimentares, os pais devem sempre pensar nos benefícios da atividade física. Além de fazer a criança se mexer e sair do sedentarismo, os exercícios ajudam a emagrecer. Isso reflete no colesterol, risco de diabetes, risco cardiovascular, risco de câncer e também melhora o humor, concentração e estado de alerta. Estudos mostram que 90% dos filhos de pais ativos também são ativos. Até os 14 anos é recomendado que a criança faça diversas modalidades esportivas para desenvolver o repertório motor.

A Organização Mundial da Saúde recomenda 2 horas/dia de exercícios para crianças de até cinco anos e 1 hora/dia para crianças e adolescentes até os 17 anos. Esse tempo deve ser distribuído ao longo da rotina diária. “Muitos adolescentes, depois de começar a fazer esportes, conseguem manter um peso adequado. E os pais devem dar o bom exemplo sempre, desde cedo”, explica Mateus Riccio, coordenador da Hammer Academia.

Outras publicações

Voluntárias Sociais promovem ação para inserção de DIU em Jequié Voluntárias Sociais promovem ação para inserção de DIU em Jequié. Cerca de 100 mulheres de Jequié passarão por procedimento de inserção de dispositi...
Com sede em Feira de Santana, Grupo Meddi é destaque no prêmio Benchmarking 2016 Médico José Antônio Barbosa, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Meddi. O Grupo Meddi conquistou o prêmio Benchmarking Saúde Bahia 2016...
Marinha abre concurso para o ingresso no Corpo de Saúde Entre os dias 27 de abril e 17 de maio de 2010, estão abertas as inscrições do Processo Seletivo para o ingresso no Corpo de Saúde da Marinha (PS-CSM-...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br