Alberto Balazeiro foi reeleito para o cargo de procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho

Alberto Balazeiro terá mais dois anos à frente do MPT na Bahia.

Alberto Balazeiro terá mais dois anos à frente do MPT na Bahia.

Alberto Bastos Balazeiro foi reeleito para o cargo de procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia no biênio 2015-2017. A votação ocorreu no início da semana e já foi homologada pela comissão eleitoral. Há dois anos à frente da instituição no estado, foi candidato de consenso dos procuradores do MPt no estado e recebeu os 35 votos registrados na eleição. Não houve votos em branco nem nulos. “A grande participação dos membros na eleição é um sinal positivo de que estamos no caminho certo e que poderemos de fato promover os avanços necessários, organizar mais ainda a casa para atender a crescente demanda pela atuação firme do Ministério Público”, afirmou Balazeiro.

A posse para o segundo mandato deverá ser feita em Brasília em solenidade coletiva para os procuradores-chefes eleitos nas regionais do MPT, mas também acontecerá em Salvador uma cerimônia para marcar o início da gestão, no próximo dia 13 de outubro. Balazeiro assumiu o cargo em outubro de 2013 e fez uma gestão voltada a capacitar, aproximar e estimular servidores, procuradores, estagiários e demais colaboradores, além de estruturar o órgão no estado, através da construção de novas sedes e reformas das sedes atuais e investimentos constantes em equipamentos e serviços.

Alberto Balazeiro terá a seu lado nesse segundo mandato Jairo Sento-Sé como vice-procurador-chefe Institucional, Adriana Holanda Campelo, como vice-procuradora-chefe de gestão, Marcelo Travassos como coordenador de PTMs, como são chamadas as unidades do interior, e Maurício Brito, como vice-coordenador de PTMs. Serão mantidos os atuais coordenadores de primeiro e segundo graus, respectivamente, Bernardo Guimarães e Messias Bulcão.

Como desafios dessa segunda gestão, estão a conclusão do prédio anexo da sede de Salvador, obra de R$16 milhões iniciada este ano que prevê um edifício com dez andares de gabinetes, lobby e mais seis andares de garagens, além da construção das sedes de Vitória da Conquista, Santo Antônio de Jesus e Juazeiro, essas ainda em fase de projeto ou licitação. Também deverão ser concluídas as reformas de Itabuna e Barreiras. Vale lembrar que no primeiro mandato de Balazeiro o MPT inaugurou as novas sedes de Eunápolis e de Feira de Santana.

Outro grande desafio já em curso é a estruturação dos gabinetes dos procuradores, com a vinculação de técnicos e analistas. Essa medida garante a verdadeira autonomia funcional dos membros do MPT e dá maior capacidade de atuação a cada um dos 50 procuradores lotados atualmente no MPT na Bahia. A chegada de novos servidores, a sua constante e ininterrupta capacitação, o investimento em manutenção de ambiente saudável e produtivo somam-se às ações para a garantia de espaços físicos e equipamentos necessários para o desempenho eficaz das atribuições do MPT na Bahia.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br