A posição em que você dorme pode agravar o glaucoma?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o glaucoma é a segunda principal causa de cegueira no mundo todo, depois da catarata.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o glaucoma é a segunda principal causa de cegueira no mundo todo, depois da catarata.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o glaucoma é a segunda principal causa de cegueira no mundo todo, depois da catarata

1.Estudo constata que quem dorme com cabeça elevada reduz a PIO

Dormir sobre um travesseiro em forma de cunha que eleve a cabeça em 20 graus reduz a pressão intraocular (PIO), à noite, o que pode ajudar a controlar ou a reduzir o risco de glaucoma. As informações são de um estudo, publicado no Journal of Glaucoma.

Para chegar a essa conclusão, os cientistas estudaram os dados de 15 pessoas com glaucoma e 15 sem glaucoma, que foram avaliadas em um laboratório do sono em duas ocasiões: em uma sessão, elas dormiram deitadas de costas sem travesseiro; na segunda sessão, elas dormiram com um travesseiro em forma de cunha que elevou a cabeça em 20 graus a partir da superfície da cama.

“No glaucoma, o nervo óptico é, muitas vezes, danificado pelo aumento da pressão intraocular, o que faz com que a visão em túnel e uma eventual cegueira surjam. Dormir com a cabeça elevada pode reduzir a pressão intraocular durante a noite e diminuir o risco de problemas de visão relacionados ao glaucoma”, afirma o oftalmologista Virgílio Centurion (CRM-SP 13.454), diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.

Durante a realização do estudo, a pressão intraocular foi medida, antes de dormir, e, em seguida, em intervalos de duas horas durante o período de sono com duração de seis horas.

A PIO não diferiu significativamente entre as duas posições durante a medição inicial (pacientes acordados) para ambos os grupos. No entanto, durante o período de sono, a leitura da PIO média quando os participantes dormiam na almofada em forma de cunha, com a cabeça levantada, foi de 1,56 mmHg menor no grupo com glaucoma e 1,47 mmHg inferior, no grupo sem a doença, em comparação com o sono sobre a cama plana.

“Isto corresponde a uma redução de 9,3% da pressão intraocular no grupo com glaucoma e uma redução de 8,7% da pressão intraocular no grupo sem glaucoma, em comparação com as medições efetuadas quando os participantes do estudo dormiram de costas sem o travesseiro”, explica a especialista em glaucoma do IMO, a oftalmologista Márcia Lucia Marques (CRM-SP 110.583).

Um total de 25 dos 30 pacientes (83,3%) apresentou uma menor pressão do olho ao dormir com a cabeça elevada e 11 indivíduos (36,7%) tiveram reduções na média da PIO que excedeu a 10% quando dormiram com o travesseiro em formato de cunha.

2.Dormir de um lado só pode piorar o glaucoma

Já um novo estudo da Coreia do Sul, publicado no American Journal of Opthalmology, examinou os hábitos de sono dos pacientes com glaucoma e descobriu que as pessoas que dormem apenas de um lado só são mais propensas a dormir com o olho afetado pela doença voltado para baixo. Os pesquisadores defendem que a posição aumenta a pressão interna do olho e pode acelerar a deterioração da visão.

O estudo reuniu dados dos hábitos de sono de 430 pacientes com glaucoma que tiveram uma pior perda de campo visual em um dos olhos. Os pesquisadores descobriram que 132 pacientes preferiam dormir de um lado só. Destes pacientes, 67% normalmente dormiam com o olho mais afetado pela doença para baixo.

Os pesquisadores também compararam os hábitos de sono dos pacientes com glaucoma com pressão intraocular elevada com aqueles com pressão normal. Aproximadamente 66% dos pacientes com glaucoma com pressão ocular normal preferiam dormir com o olho pior para baixo e 71% dos pacientes com glaucoma com pressão intraocular elevada também preferiam dormir dessa maneira.

“Embora os resultados não sejam suficientes para provar que a posição de dormir causa um agravamento do glaucoma, os pesquisadores acreditam que, pelo menos, há um link entre a posição de dormir preferida e a assimétrica perda de campo visual entre os olhos. Certamente, se alguém tem um dano severo em um dos olhos, parece fazer sentido evitar dormir de lado com aquele olho para baixo”, diz a oftalmologista Márcia Marques.

Glaucoma x posição de dormir 

Para a especialista em glaucoma do IMO, “os estudos nos trazem esperança. É importante saber que há potencial para mudanças no comportamento do paciente visando diminuir o risco de cegueira por glaucoma, mas sabemos que é muito difícil controlar a posição do corpo durante o sono”, diz.

“Os dois estudos trazem informações sobre a posição de dormir relevantes para os pacientes com glaucoma, que também devem considerar outro distúrbio do sono importante: a apneia do sono, que é outro fator de risco para o agravamento do glaucoma. Como não há nenhuma maneira de melhorar a perda do campo visual em pacientes com glaucoma, depois que ela ocorre, a melhor coisa que os pacientes podem fazer para diminuir o risco de agravamento da doença é manter o acompanhamento oftalmológico em dia”, destaca Márcia Marques.

Outras publicações

Feira de Santana: Jornada de Oftalmologia do Hcoe capacita profissionais e discute novidades na área Dr. Alex Ozores e Dr. Paulo Augusto de Arruda. Com o objetivo de promover a qualificação de profissionais na área de Oftalmologia e trocar experiênc...
Feira de Santana: cardiologista realiza palestra sobre desafios do coração Médico Joberto Sena palestra sobre cardiologia. “Desafios do Coração” é o tema da palestra do cardiologista Joberto Sena, diretor do Departamento de...
Lideranças de Amargosa buscam melhorias para a saúde do município Deputado estadual Joseildo Ramos (PT), secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas e o prefeito eleito de Amargosa, Júlio Pinheiro (PT). Acompanh...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br