Vice-presidente da República diz que crise é grave, e apela: “é preciso que alguém tenha capacidade de reunificar a todos”

Como articulador político, Michel Temer pediu união de todos os setores para superar crise.

Como articulador político, Michel Temer pediu união de todos os setores para superar crise.

O vice-presidente e articulador político do governo, Michel Temer, fez hoje (05/08/2015) um apelo para que todos os setores da sociedade e o Congresso Nacional se unam em favor do Brasil. Ele disse que há preocupação com a situação política e econômica do país.

“Não vamos ignorar que a situação é razoavelmente grave. Não tenho dúvida de que é grave. E é grave porque há uma crise política se ensaiando, há uma crise econômica que está precisando ser ajustada. Mas, para tanto, é preciso contar com o Congresso Nacional e com os vários setores sociedade brasileira. Eu quero, como articulador político do governo, fazer esse apelo. Ao longo do tempo, tivemos sucesso na articulação política, mas hoje, quando se inaugura o segundo semestre, agrava-se uma possível crise e nós precisamos evitar isso em nome do Brasil, do empresariado e dos trabalhadores”, disse Temer, após reunião com os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, da Advocacia-Geral da União, Luiz Inácio Adams, da Fazenda, Joaquim Levy, e da Secretaria da Aviação Civil, Eliseu Padilha.

Temer convocou todas as instituições para que trabalhem juntas pelo desenvolvimento do país. “Não há como trabalhar separadamente porque a separação envolve prejuízos para o país. Eu tenho pregado com frequência a ideia da tranquilidade, da moderação, da harmonia entre os órgãos do poder. E hoje, mais do que nunca, se faz necessária essa harmonia que tanto nós temos alardeado.”

Em sua declaração à imprensa, o vice-presidente afirmou a necessidade de reunificação do país. “É preciso que alguém tenha capacidade de reunificar a todos, de reunir a todos, de fazer este apelo, e eu estou tomando a liberdade de fazer este pedido, porque, caso contrário, nós podemos entrar numa crise desagradável para o país. Eu sei que os brasileiros não contam com isso. Por isso, mais uma vez, eu reitero: é preciso pensar no país, acima dos partidos, acima do governo e acima de toda e qualquer instituição está o país. Se o país for bem, o povo irá bem. É o apelo que eu faço aos brasileiros, é o apelo que eu faço às nossas instituições no Congresso Nacional e todos aqueles que se interessam pelo destino do Brasil.”

Mais cedo, Temer teve reunião com os líderes da base aliada na Câmara, no gabinete da Vice-Presidência, e com líderes do Senado, no Palácio do Jaburu, sua residência oficial, também para tratar da articulação da base aliada nas votações de projetos de interesse do governo no Congresso.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br