Vereadores debatem crise no transporte público de Feira de Santana

Edvaldo Lima dos Santos critica governo municipal.

Edvaldo Lima dos Santos critica governo municipal.

Edvaldo Lima volta a repercutir situação do transporte público em Feira

A situação do transporte coletivo urbano de Feira de Santana voltou a ser alvo de discurso do vereador Edvaldo Lima (PP), na sessão ordinária da Casa da Cidadania, na manhã desta terça-feira (18/08/2015).

O edil contou que, preocupado em resolver os problemas do transporte público, entre eles, a garantia dos direitos trabalhistas e reaproveitamento de 100% dos rodoviários pelas novas empresas que vão operar o sistema de transporte coletivo, o presidente do Legislativo Feirense, Reinaldo Miranda – Ronny (PSDB), criou uma comissão composta pelos vereadores Edvaldo Lima (PP), Marcos Lima (PRP), Neinha (PMN), Correia Zezito (PTB), Pablo (PMDB), Cíntia Machado (PSC) e Alberto Nery (PT), que participou de uma audiência, na tarde de ontem, no Ministério Público.

De acordo com Edvaldo, o promotor Sávio Damasceno informou que MP não poder intervir nessas questões, ressaltando que cabe ao Município resolvê-las.

“Dizem que após a reunião do Ministério Público ia ter uma reunião com o Governo do Município, mas a mim nada foi comunicado sobre o horário da reunião, nem o local. Então, eu não posso responder. Se teve a reunião com o prefeito, eu não estava presente”, ressaltou.

Transporte público: “estão fazendo politicagem”, afirma Marcos Lima

Na sessão legislativa desta terça-feira (18), após as críticas do vereador Beldes Ramos (PT) em relação ao transporte coletivo urbano de Feira de Santana, o vice-líder do Governo na Câmara, Marcos Lima (PRP), saiu em defesa da administração municipal, enfatizando, a realização do processo licitatório para contratação de novas empresas para o setor.

“O vereador Beldes Ramos, muitas vezes, subiu a esta tribuna para falar mal do transporte público, ele tem toda razão, como eu também já falei muito mal do transporte público. Mas quando o Governo toma atitude de fazer uma licitação para colocar uma nova empresa, aí fala mal! Quer que a empresa velha agora volte e a nova não entre? Eu não entendo, você vê que é politicagem mesmo: falam mal da velha e, a nova nem chegou direito,  já estão falando mal também, é complicado a politicagem que tentam fazer”, disse.

Para Marcos Lima, a preocupação de alguns oposicionistas não é buscar melhorias para o povo.  “O interesse é falar mal mesmo do Governo, não tem outro assunto a não ser falar mal. Se faz licitação, não presta,  e se não faz licitação,  não presta também. Eu quero entender o que é para se fazer então?”, indagou o edil, afirmando que ainda não compreendeu o que é que a oposição quer.

Em consonância com o pronunciamento do vice-líder governista, o vereador David Neto (PTN) afirmou que “o papel da oposição é sempre contestar e dizer  que tudo está ruim, além de vender ilusão para o povo quando promete melhorias que não existem”.

Ele declarou que se entristeceu quando o vereador Beldes Ramos (PT) subiu na tribuna para dizer que o chefe do Executivo Municipal é mentiroso. “Eu conheço o nosso prefeito José Ronaldo há mais de 30 anos e nunca ouvi dizer que ele faltasse com a palavra. José Ronaldo só pensa no futuro, na melhoria, no bem estar de todos”, disse David Neto, afirmando que o Governo do Estado é quem deixa a desejar em Feira de Santana, “mas ninguém nunca chamou Wagner ou Rui Costa de mentiroso”.

Em sua opinião, Beldes Ramos desrespeitou “um homem público, um bom pai de família, um bom gestor da cidade de Feira de Santana. Eu acho que Vossa Excelência deveria se retratar”, aconselhou.

Novamente com o uso da palavra, Marcos Lima se pronunciou sobre o comentário do vereador Edvaldo Lima (PP) de que obteve mais votos do que ele na última eleição.

“Edvaldo diz aqui nesta Casa que o vereador Edvaldo Lima teve 1.500 votos e ele cinco mil e poucos. Vejam bem a arrogância deste vereador. Colega vereador, eu lhe respeito porque a população votou no senhor, mas quero que também me respeite porque eu quero honrar e honro cada voto que recebi. Vossa Excelência acha que é melhor do que eu porque teve mais votos? Não é não vereador, eu acho que o trabalho nosso é que vai demonstrar para a população”, disse.

Marcos Lima acrescentou: “eu estou muito feliz com a votação que  tive, porque não foi votação comprada não, minha votação foi voto direto do povo. Eu não estou dizendo aqui que ninguém comprou voto não, estou falando da minha votação, que foi de pessoas que confiaram e estão confiando no meu trabalho”, finalizou.

Apesar da justificativa do vereador do PRP, o edil do PP solicitou que constasse em ata que “Marcos Lima teria dito que a votação de Edvaldo Lima foi comprada”.

Nery pede que edis se dediquem para solucionar questão do transporte

O vereador e presidente do Sindicato dos Rodoviários de Feira de Santana, Alberto Nery (PT), usou a tribuna  da Casa Legislativa, nesta terça-feira (18),  para informar o que foi discutido e acordado na reunião em que ele e outros vereadores participaram no Ministério Público, onde trataram sobre a atual situação do transporte público da cidade. O petista  aproveitou o tempo para criticar os edis que não fizeram a defesa do prefeito José Ronaldo, na manhã da última segunda-feira (17), quando os rodoviários lotaram as galerias da Casa.

“Parabenizo Edvaldo pelo seu discurso e quero dizer que acho estranho, ontem com as galerias cheias, em nenhum momento os vereadores da base do Governo usaram a tribuna para defender o prefeito, isso porque ficaram com medo de serem vaiados. Mas, hoje que as galerias estão vazias, Ronaldo tem muitos defensores. Vamos nos respeitar e defender a população de Feira de Santana”, disparou Nery.

Em aparte, o vereador David Neto (PTN) garantiu que,  na segunda-feira (17),   fez a defesa do prefeito. “E defendo-o a qualquer momento, pois eu conheço o prefeito que defendo”, disse.

Já o vereador Isaías de Diogo (PPS) justificou que passou seu tempo para o edil Alberto Nery,  por entender que ele tinha assuntos importantes para tratar com os rodoviários.

Marco Lima fala sobre empresas do transporte coletivo 

Ainda em discurso, Marcos Lima defendeu as empresas que vão assumir o transporte coletivo, após terem vencido a licitação. “O Jornal Folha do Estado cita que as empresas têm ISO 901, mas acho que o vereador Edvaldo Lima não sabe o que significa isso, mas são empresas de qualidade, certificadas com qualidade no serviço”, afirmou.

Outras publicações

Mestrado em Desenho na UEFS: inscrição de aluno especial até esta sexta O Programa de Pós-Graduação em Desenho, Cultura e Interatividade da UEFS inscreve até esta sexta-feira (13/08/2010) para seleção de aluno especial, em...
Deputado Carlos Geilson cobra agilidade na construção de UPA em Feira de Santana Carlos Geilson: "Fiquei feliz quando o governador anunciou a construção do hospital, mas desde dezembro de 2012, ou seja, há mais de um ano que o gov...
Feira de Santana: Asa Filho, Sarah Reis e Jackson Vivo apresentam shows na Cidade da Cultura Cartaz anuncia shows de Asa Filho, Sarah Reis e Jackson Vivo. A Organização Artística Cidade da Cultura (ORACC) apresenta nos dias 12, 13 e 14 de ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br