Sefaz comemora 120 anos e promove Mostra de Talentos

Evento busca desmistificar repartição como órgão fiscalizador e arrecadador de impostos

A coordenadora da Mostra de Talentos, Rejane Reis (esquerda) ao lado do escritor Alberto Peixoto e da estudante estagiaria de psicologia Milena Freitas | Sidnei Campos FE.

A coordenadora da Mostra de Talentos, Rejane Reis (esquerda) ao lado do escritor Alberto Peixoto e da estudante estagiaria de psicologia Milena Freitas | Sidnei Campos.

A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia promove através do Núcleo de Desenvolvimento do Ser Humano, de 11 a 14 de agosto, a primeira Mostra de Talentos dos servidores da seccional Feira de Santana. O evento tem como objetivo expor as principais obras de artes feitas por funcionários da entidade e também faz parte das comemorações de aniversário da SEFAZ, que completa 120 anos no próximo domingo (16)

Segundo a coordenadora da primeira Mostra de Talentos, a psicóloga Rejane Reis, o evento traz pela primeira vez para o interior do estado um pouco do que é feito pelos funcionários em homenagem ao aniversário da Secretaria da Fazenda. “Estaremos expondo os trabalhos produzidos pelos próprios servidores e queremos justamente mostrar que na SEFAZ também se faz arte. E desmitificar que aqui é um órgão apenas fiscalizador e arrecadador. Aqui trabalham seres humanos e artistas também. Estaremos abrindo a Mostra a partir das 08 horas até ás 18 horas, sendo que para o público externo a partir das 12 horas, horário que começa o expediente para o público externo”, afirmou Rejane Reis.

 A coordenadora do evento Rejane Reis conta com o apoio da estudante estagiaria de psicologia Milena Freitas, que dado todo suporte para a realização da primeira Amostra de Talentos dos servidores da SEFAZ.

Ânfora da Fortuna em vidro com pedras douradas Autor: Manoel Ribeiro

Ânfora da Fortuna em vidro com pedras douradas
Autor: Manoel Ribeiro

A Mostra de Talentos contará com as exposições do escritor Alberto Peixoto, que estará divulgando suas principais obras literárias a exemplo dos livros ‘Estória que Deus Duvida’, ‘Dasdores a Difícil Vida Fácil’, ‘Único Espermatozoide’ e o ‘Enterro da Sogra’.

 Alberto de Oliveira Peixoto é natural de Feira de Santana e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda. Além de escritor, Alberto Peixoto também é colaborador no Jornal Grande Bahia On-line, Tribuna da Bahia e A Tarde, também um dos editores da Revista Ómnira de Literatura.

 Para o escritor a Mostra de Talentos tem uma grande importância na divulgação da cultura e arte. “Qualquer evento que dá a oportunidade de mostrar o nosso talento, trabalho e principalmente a nossa arte e que seja direcionado para a nossa cultura para mim é um motivo de muita satisfação. Nós temos aqui na Secretaria da Fazenda uma abnegada chamada Rejane Reis, que é uma pessoa que está sempre imbuída em buscar projetos e sempre está apresentando o nosso trabalho de artista e isso com certeza é de suma importância”, concluiu

Outro que estará mostrando talento é o artista plástico Manoel Ribeiro, que também é funcionário público na SEFAZ. Manoel Ribeiro estará coloca em exposição às principais obras de arte em vidro. A exemplo de mandalas e vasos decorativos trabalhados em vidros, pedras strass e pedras vermelhas.

 Evento – Mostra de Talentos

 Local- Auditório da SEFAZ/Feira, Avenida Sampaio, Centro.

 Data- 11 a 14 de agosto de 2015

 Horário- 08:00 ás 18:00

 (Aberto ao público das 14 ás 18 horas)

 FONTE: Sidnei Campos/Jornalista

Sobre o autor

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. Saiba mais visitando: http://www.albertopeixoto.com.br