Evento em Salvador debate novas formas de pensar as cidades

VII Seminário Internacional Dinâmica Territorial e Desenvolvimento Socioambiental.

VII Seminário Internacional Dinâmica Territorial e Desenvolvimento Socioambiental.

“Terra em Transe”. Título de um dos mais importantes filmes do cineasta baiano Glauber Rocha é o tema do VII Seminário Internacional Dinâmica Territorial e Desenvolvimento Socioambiental que acontece a partir de hoje e até sexta-feira no campus da Federação da UCSal-Universidade Católica do Salvador.  Organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social da instituição, o objetivo do evento, conforme os organizadores, é “discutir e aprofundar reflexões sobre transformações territoriais, materializadas em políticas públicas e ações organizadas da sociedade civil, na perspectiva da integração entre a sociedade e o ambiente em suas diversas expressões”. A iniciativa, já na sétima edição, pretende mostrar a necessidade de “novos modos de pensar sobre as cidades, os municípios, os rurais, os urbanos, enfim, os territórios e as territorialidades em desenvolvimento”.

O Seminário será aberto com a conferência “Mundo em descontinuidade e rupturas, violências institucionalizadas, modernização do arcaico”, a ser proferida por Iná Elias de Castro, da UFRJ-Universidade Federal do Rio de Janeiro, às 19h dessa quarta-feira no auditório da Pós-graduação. Aberto também ao público não acadêmico, o seminário conta com as participações de mestres e doutores do Brasil e dos Estados Unidos. As inscrições podem ser feitas no site da universidade (www.ucsal.br).
O filme de Glauber foi adotado foco temático do evento, de acordo com a coordenação, “por trazer uma dimensão política sobre disputas e alianças no direcionamento de dinâmicas territoriais em que promessas eleitorais são descumpridas e a violência agrária é exercida pela polícia e por retratar um mundo em descontinuidade e rupturas em que há fome em diferentes expressões, violência institucionalizada, o homem em transformações”. Assim, o filme é inserido como referência de uma “pedagogia revolucionária” e por permanecer “profundamente atual e global, embora tenha sido produzido para um Brasil em meados do século XX”.
Manifestações sociais e políticas marcarão abordagens
Uma das abordagens a serem debatidas no VII Seminário envolve manifestações sociais e políticas como Occupy Wall Street em Nova York, o 15M espanhol, a Primavera Árabe em países como Tunísia, Líbia, Egito, Argélia, Iêmen, Marrocos, Bahrein, Síria, Jordânia e Omã, o Junho de 2013 no Brasil. Assim como no filme de Glauber Rocha, os organizadores estipulam que “nessas mobilizações há questionamentos revolucionários desta vez, à hegemonia do capitalismo em geral e financeiro em particular, à generalização do consumismo, os limites da democracia, o recrudescimento dos direitos sociais, as discriminações de gênero, a má qualidade dos serviços e infraestruturas públicas, a ausência de urbanidade, a precarização do trabalho, a privatização dos espaços públicos, a não efetividade dos direitos humanos e à natureza, enfim, todas as formas de opressão”.
Nesse contexto, o uso de novas mídias fora do controle do estado e da imprensa, foi recurso técnico-científico-informacional que permitiu articulação ampla e acelerada, conectando pessoas, organizações e coletivos de diferentes lugares chamando tod@s a se mobilizarem, assim como interfere nas dinâmicas territoriais em diferentes escalas. Embora as manifestações mencionadas recoloquem a questão urbana e política no centro do debate, no âmbito da academia científica e fora das manifestações de rua, a questão urbana é cada vez mais reconhecida como uma questão ambiental e agrária em processos difusos, contraditórios.
Para os organizadores do VII Seminário, “tudo Isto requer novas formas de olhar o mundo através da ciência e de olhar a ciência através daquilo que as multidões levam às ruas, do sem terra aos sem teto, sem cidadania, sem ambiente saudável, sem seguranças de todas as ordens, dentre outras carências que convivem assimetricamente com farturas e privilégios”.

Outras publicações

Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger 2012/2013 abre inscrições até 8 de março Em sua 5ª edição, concurso é ampliado e soma um total de R$ 120 mil em prêmios para três categorias. Começam no dia 11 de dezembro e seguem até 8 de...
Mitos e produção cultural A Universidade Estadual de Feira de Santana, através do Departamento de Ciências Humanas e Filosofia, realiza, entre 13 e 17 de agosto de 2007, o simp...
Em Salvador, Cyro de Mattos participa do Encontro com o Escritor. Evento integra as comemorações do Bicentenário da Biblioteca dos Bar A Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris) convida o itabunense Cyro de Mattos, um dos escritores contemporâneo mais influente do interior da B...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br