Espetáculo ‘Los Catedrásticos Nova Mente’ prorroga temporada no Teatro Módulo em Salvador

Cenas do espetáculo 'Los Catedrásticos Nova Mente'.

Cenas do espetáculo ‘Los Catedrásticos Nova Mente’.

O diretor Paulo Dourado destaca o interesse do público por uma dramaturgia local, nova, sem historinhas, mas com uma temática baiana e contemporânea. “A história do grupo começou em 1989 e é um dos registros de qualidade e profissionalismo do teatro baiano. Isso é difícil de se manter e acontecer. E os atores (premiados) de Los Catedrásticos se mantêm em atividade e com grande visibilidade. Cyria Coentro (teatro, novelas e séries na TV Globo), Jackson Costa (comanda o Programa Aprovado, participação em espetáculos e trabalhos na TV Globo) e Ricardo  Bittencourt (teatro, TV e publicidade)”. E arremata:  “Catedrásticos é a última polêmica do teatro baiano? Onde estão os grupos que fazem polêmica?”.

Três Atores 

Pela primeira vez em mais de 25 anos de trajetória, a montagem será encenada só com três atores.  Jackson Costa ressalta que “Nova Mente” faz uma abordagem interessante sobre o conteúdo das letras, “o apelo com a sexualidade, o desrespeito à figura da mulher e a falta de criatividade poética e musical. Los Catedrásticos é um grupo de teatro que traz tantos questionamentos importantes para a nossa cultura”.  Já Cyria Coentro afirma  que “o espetáculo é instigante, faz refletir, com humor, e é sempre bem recebido pelo público, mas acho estranho a falta  de apoio e patrocínio para um grupo  tão influente e popular na história do teatro baiano.  Isso também acontece de uma maneira geral no Brasil, na Bahia”. Ricardo Bittencourt chama a atenção que pela primeira vez a montagem será levada à cena apenas com três atores. “Já fizemos com quatro,   mas três é a primeira vez. Mais um desafio”.

Nova Mente 

O espetáculo “Nova Mente” foi criado em 2012 pelo grupo baiano Los Catedrásticos ao completar 25 anos de existência. Polêmico e instigante, já foi assistido por mais de 40.000 espectadores. O texto  é composto por letras de música baiana: axé, pagode, arrocha etc. Também são usados textos de sites de autoajuda e de filmes do youtube, apresentando ao espectador questões sobre a folclorização e mercantilização da cultura popular, a exacerbação da sexualidade, o ideário da carnavalização e o universo virtual das redes sociais.

Através do uso irreverente da improvisação, as atualizações do espetáculo são produzidas pelo grupo, incorporando novas músicas, textos e cenas e, além disso, abrindo espaço para a interatividade e a participação do público. Foi desta maneira que o trabalho do grupo Los Catedrásticos se consolidou como crônica reflexiva do universo cultural nordestino e brasileiro.

Essa nova montagem já passou pelos Teatros Casa do Comércio, Jorge Amado, Teatro Castro Alves (Festival de Humor da Bahia – FHUBÁ) e Teatro ISBA. É um dos maiores públicos do teatro brasileiro  fora do eixo Rio/SP e a segunda maior bilheteria do teatro baiano de todos os tempos.

A história de Los Catedrásticos  tem início com o “Recital da Novíssima Poesia Bahiana” – espetáculo que marcou em 1989 a estreia de um grupo que  permaneceu por cinco anos ininterruptamente em cartaz e cuja trajetória bem sucedida se confunde hoje com a própria história da profissionalização do teatro na Bahia.

Jackson Costa – Nascido em Itabuna (BA), Jackson fez uma carreira brilhante, sendo hoje um destacado ator reconhecido nacionalmente pelas suas atuações em cinema e na Rede Globo de Televisão. Atua regularmente em teatro, tendo participado como protagonista de importantes produções baianas e nacionais como A Paixão de Cristo, Augusto Matraga, Castro Alves e Vixe Maria. Naturalmente vinculado à poesia, Jackson é também o criador de singulares recitais contemporâneos. Ator destacado em novelas da Globo (Pedra Sobre Pedra,  Paraíso, Gabriela) e em cinema (Jenipapo, Estranhos). Aualmente apresenta o Programa Aprovado (Rede Bahia).

Ricardo Bittencourt 

Destacado ator baiano está atualmente radicado em São Paulo, onde desenvolveu brilhante carreira artística. Atuou por 10 anos no Teatro Oficina sob a direção de Zé Celso Martinez, com quem realizou várias excursões nacionais e internacionais. Em parceria com Bete Coelho criou em SP a BR116, companhia em que atua desde 2009, tendo realizado apresentações em várias cidades brasileiras com destaque para O Homem da Tarja Preta, 3º Sinal e Cartas de Amor para Stálin. Além de atuar significativamente no meio teatral paulista, Ricardo também atua em publicidade e na televisão baianas.

Cyria Coentro 

Em continuidade a uma reconhecida  atuação no teatro da Bahia, Cyria Coentro transfere-se em 1993 para o Rio, onde integra vários elencos de cinema e TV. Participou de várias novelas entre as quais A Favorita, Caminho das Índias e Viver a Vida, além de minisséries e especiais de Rede Globo como Carga Pesada, Força Tarefa e As Brasileiras. Atuou ainda em vários filmes importantes como Estranhos, Era uma Vez e Os Dois Filhos de Francisco. Cyria integra a geração de atores baianos que se estabeleceu  no sul do País com um trabalho apoiado em qualidade e profissionalismo.

Paulo Dourado 

O consagrado encenador nasceu em Salvador,  se formou em direção teatral.  Trabalhou nos bastidores, coordenando atores, figurinistas, iluminadores, cenógrafos e uma série de profissionais ligados à cena teatral. Com mais de 40 anos de serviços dedicados à educação e às artes cênicas  conta com espetáculos de grande sucesso no currículo,  entre eles Lídia de Oxum,  A Paixão de Cristo, Ubu Rei, A Caverna, Sete Pecados Capitados, A Conspiração dos Alfaiates, Canudos: a guerra do sem fim, Quincas Berro D´água.

Outras publicações

Gays da região Nordeste se reúnem em Salvador para definir respostas à epidemia da AIDS na comunidade O projeto é financiado pelo Departamento Nacional de DST, AIDS e Hepatites Virais do Ministério da Saúde e é executado pela Associação Paranaense da P...
MPBA aciona Ebal por irregularidades no processo de concessão de boxes no Mercado do Rio Vermelho em Salvador Irregularidades constatadas no processo de concessão de Termos de Permissão para o uso de espaços comerciais no Mercado do Rio Vermelho motivaram os p...
Capacitação Técnica da nova versão do Cadúnico começa no dia 17 A partir deste mês, os gestores do programa Bolsa Família dos 417 municípios baianos serão capacitados para atuar com a nova versão do Cadastro Único ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br