Em programa do PT, presidenta Dilma Rousseff declara: “sei suportar pressões e até injustiças”

Dilma Rousseff: "Estamos em um ano de travessia e essa travessia vai levar o Brasil a um lugar melhor... Quem pensa que nos falta energia e ideias para vencer os problemas está enganado. Sei suportar pressões e até injustiças. Eu tenho o ouvido e o coração neste novo Brasil que não se acomoda, que não se satisfaz com pouco".

Dilma Rousseff: “Estamos em um ano de travessia e essa travessia vai levar o Brasil a um lugar melhor… Quem pensa que nos falta energia e ideias para vencer os problemas está enganado. Sei suportar pressões e até injustiças. Eu tenho o ouvido e o coração neste novo Brasil que não se acomoda, que não se satisfaz com pouco”.

Em propaganda que vai ao ar nesta quinta-feira em rede nacional de rádio e TV, presidente faz apelo por governabilidade; Lula diz que problemas econômicos se resolvem com políticas corajosas “e não com oportunismo”. O vídeo é veiculado em rede nacional às 20:30 horas desta quinta-feira (06/08/2015). Participam do programa o ex-presidente Lula, a presidenta Dilma Rousseff e o presidente nacional do PT, Rui Falcão. O ator e militante da legenda José de Abreu presenta a mensagem do partido.

Mensagens

O Partido dos Trabalhadores conclamou a população brasileira a não seguir pelo caminho do pessimismo em relação ao Brasil. Para a legenda, o caminho da esperança e da união permitirá que o País seja cada vez mais melhor.

A legenda também relembra as conquistas do povo brasileiro nos últimos anos e reforça que os problemas enfrentados atualmente são passageiros.

“Tem gente se aproveitando disso para criar uma crise política. Uma crise política poderia trazer efeitos bem piores do que uma crise econômica”, diz o vídeo.

O Partido dos Trabalhadores ainda ressalta a importância da população brasileira para impedir que uma crise política se instale no País. “Não se deixe enganar pelos que só pensam em si mesmos”, reforça.

Na participação na propaganda, Rui Falcão lembra que a crise econômica é enfrentada por diversos países. “Uma coisa é cobrar e criticar o governo. Outra, bem diferente, é tentar desestabilizar um governo democraticamente eleito. Isso não podemos admitir jamais”, diz o presidente da legenda.

Lula

Lula afirma no programa que problemas econômicos se resolvem com políticas corajosas, “não com oportunismo”. O ex-presidente admite que “a situação não está fácil” e que “a crise já chegou às nossas casas”, mas argumenta que, apesar dos problemas enfrentados atualmente, o Brasil de hoje é muito melhor.

“Nosso pior momento ainda é melhor para o trabalhador do que o melhor momento dos governos passados. Nosso maior ajuste ainda é menor do que os ajustes que eles fizeram”, diz o ex-presidente, numa referência aos governos do PSDB. “É mais fácil chegar a um porto seguro com quem já foi capaz de enfrentar a crise e fazer o Brasil avançar na tormenta, sempre protegendo os que mais precisam.”

Dilma Rousseff

A presidenta Dilma também reforçou que o momento de travessia, pelo qual o Brasil passa, vai levar o País a um lugar melhor. “Estamos atualizando as bases da economia e vamos voltar a crescer com todo o nosso potencial”, garantiu.

“Quem pensa que nos falta energia e ideias para vencer os problemas, está enganado. Sei suportar pressões e até injustiças. Eu tenho o ouvido e o coração neste novo Brasil que não se acomoda”, disse a presidenta.

Confira o vídeo

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br