Deputado federal Jutahy Júnior diz que o PT fez da corrupção um método para governar

Jutahy Júnior afirma que  corrupção sempre existiu entre prefeitos, vereadores, funcionários públicos, ministros até o presidente da República.

Jutahy Júnior afirma que corrupção sempre existiu entre prefeitos, vereadores, funcionários públicos, ministros até o presidente da República.

Nesta terça-feira (04/08/2015), em discurso na Tribuna da Câmara, o deputado federal Jutahy Júnior (PSDB-BA), fez duras críticas ao modelo de gestão adotado no país pelo Partido dos Trabalhadores. “Os governos do PT, do ex-presidente Lula e da presidente Dilma, fizeram da corrupção um método para governar. Há uma corrupção sistêmica e gigantesca operando dentro do Estado brasileiro. Foi tudo provado no julgamento do mensalão e agora novamente no petróleo”, disse o parlamentar.

Para o deputado baiano, o Brasil vive um momento critico em sua história. “Tenho a convicção de que o Brasil não sai desse atoleiro econômico, político e moral enquanto o Governo do PT, da Presidente Dilma, sobreviver”, salienta.

Jutahy Júnior afirma que  corrupção sempre existiu entre prefeitos, vereadores, funcionários públicos, ministros até o presidente da República.  “Mas nunca o Estado brasileiro foi assaltado por um partido para fazer um modelo de corrupção que se transformou numa necessidade de governança”, acentuou.

Para o tucano, o Partido dos Trabalhadores não aprendeu a lição com o mensalão. “Pensei que o PT e os governos do PT tinham aprendido com aquela trágica experiência, mas, para minha surpresa e para minha tristeza, vejo hoje que o mensalão virou troco em relação ao petrolão. Aquilo que era um valor gigantesco, 146 milhões de reais de roubo no mensalão, virou vírgula nos bilhões do petróleo”, observou.

Na opinião de Jutahy Júnior, a economia brasileira está uma “bagunça” e enfrentará dificuldades para sair do “atoleiro” onde se encontra. “ Nós queremos que o Brasil saia dessa situação, mas  não vejo condições de liderança na Presidente Dilma, para que ela conduza o Brasil para a saída da situação em que está vivendo. Se houver o processo de impeachment, podem contar com o meu voto. A Presidente Dilma terá o meu voto pela sua saída”, concluiu.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br