Deputada federal Eronildes Vasconcelos busca parceria do ITA com o CIMATEC

Deputada Eronildes Vasconcelos Carvalho (Tia Eron) busca parceria do ITA com o CIMATEC.

Deputada Eronildes Vasconcelos Carvalho (Tia Eron) busca parceria do ITA com o CIMATEC.

A deputada Federal Eronildes Vasconcelos Carvalho (Tia Eron, PRB/BA) acompanhada dos diretores do CIMATEC – Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia, visitou na quinta-feira (13/08/2015)  o ITA – Instituto Tecnológico da Aeronáutica localizado na cidade paulista de São Jose dos Campos.

A deputada baiana que é membro da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Federal afirma que o objetivo da visita é alavancar uma parceria do ITA com o CIMATEC, proporcionando assim, uma tecnologia de ponta para o órgão baiano cujos cursos são bastantes procurados por estudantes da área de cursos técnicos.

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) é uma instituição universitária pública ligada ao Comando da Aeronáutica (COMAER). Especializado nas áreas de ciência e tecnologia no Setor Aeroespacial, o ITA oferece diversos cursos de graduação e pós graduação, sendo uma das mais avançadas instituição de ensino tecnológico da America Latina.

· Graduação em Engenharia

· Pós-graduação stricto sensu em nível de Mestrado, Mestrado Profissional e Doutorado

· Pós-graduação lato sensu de especialização e de extensão.

· Criado em 1950, por inspiração do Marechal Casimiro Montenegro Filho e intensa cooperação internacional, o ITA é considerado um centro de referência no ensino de engenharia no Brasil.

Cursos de Graduação

Os alunos de graduação recebem ensino e alimentação gratuitos ao longo dos cinco anos de curso, além de moradia a baixo custo dentro do próprio campus. O ITA oferece 6 cursos de graduação:

o Engenharia Aeronáutica

o Engenharia Eletrônica

o Engenharia Mecânica-Aeronáutica

o Engenharia Civil-Aeronáutica

o Engenharia de Computação

o Engenharia Aeroespacial

Cursos de Pós-graduação

O ITA oferece cursos de Mestrado e Doutorado por meio de cinco programas de pós-graduação, subdivididos em 22 áreas de concentração:

Engenharia Aeronáutica e Mecânica

o EAM-A – Aerodinâmica, Propulsão e Energia

o EAM-E – Mecânica dos Sólidos e Estruturas

o EAM-M – Materiais e Proc. de Fabricação

o EAM-P – Produção

o EAM-S – Sist. Aeroespaciais e Mecatrônica

o EAM-V – Mecânica de Vôo

Ciências e Tecnologias Espaciais

o CTE-F – Física e Matemática Aplicadas

o CTE-P – Propulsão Espacial e Hipersônica

o CTE-Q – Química dos materiais

o CTE-S – Sensores e Atuadores Espaciais

o CTE-E – Sistemas Espaciais, Ensaios e Lançamentos

Engenharia Eletrônica e de Computação

o EEC-D – Dispositivos e Sistemas Eletrônicos

o EEC-I – Informática

o EEC-M – Microondas e Optoeletrônica

o EEC-S – Sistemas e Controle

o EEC-T – Telecomunicações

Física

o FIS-A – Física Atômica e Molecular

o FIS-C – Dinâmica Não-linear e Sistemas Complexos

o FIS-N – Física Nuclear

o FIS-P – Física de Plasmas

Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica

o EIA-I – Infra-Estrutura Aeroportuária

o EIA-T- Transporte Aéreo e Aeroportos

O ITA também oferece o Mestrado Profissional, um curso de pós-graduação stricto sensu em parceria com empresas, e cursos de pós-graduação lato sensu dependendo das demandas das Forças Armadas e do mercado. Boa parte dos estudantes de Mestrado, Mestrado Profissional e Doutorado recebem bolsas de estudo de agências de fomento ou empresas.

Missão e Legislação

O ITA foi criado pelo Decreto no 27.695, de 16 de janeiro de 1950 e definido pela Lei nº 2.165, de 05 de janeiro de 1954, com a seguinte missão:

·  Ministrar o ensino e a educação necessários à formação de profissionais de nível superior, nas especializações de interesse do campo Aeroespacial, em geral, e do Comando da Aeronáutica, em particular;

·  Manter atividades de graduação, de pós-graduação stricto sensu, de pós-graduação lato sensu e de extensão;

· Promover, através da educação, do ensino e da pesquisa, o progresso das ciências e das tecnologias relacionadas com as atividades aeroespaciais.​

O ITA é um órgão integrante da Administração Federal Direta, como Instituição Federal de Ensino Superior (IFES), sob a jurisdição do Comando da Aeronáutica (COMAER), e, portanto, do Ministério da Defesa (MD). Relaciona-se com Ministério da Educação (MEC) nos assuntos de natureza geral de educação, pois as disposições legais previstas na legislação educacional e de magistério diretamente dirigidas ao MEC são extensivas ao ITA, no que couber. Mais detalhes sobre a constituição legal da instituição podem ser obtidos no Regulamento e Regimento do ITA.

Outras publicações

Secretaria da Educação do Governo da Bahia convoca 1.240 professores para interior do estado Educação integral na Escola Estadual Professora Candolina, no Pau Miúdo, em Salvador. A Secretaria da Educação do Estado da Bahia publicou, nesta qu...
Novo Help Desk Educação é inaugurado nesta segunda As 1.544 escolas da rede estadual de ensino serão beneficiadas com a ampliação da central Help Desk Educação, a partir desta segunda-feira (17/01/2011...
“Brasil precisa de um novo modelo de Ensino Médio”, avalia deputado Márcio Marinho Márcio Marinho: O baixo desempenho do Brasil no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA) e a estagnação do Índice de Desenvolvimento da E...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br