Deputada federal Eronildes Vasconcelos busca parceria do ITA com o CIMATEC

Deputada Eronildes Vasconcelos Carvalho (Tia Eron) busca parceria do ITA com o CIMATEC.

Deputada Eronildes Vasconcelos Carvalho (Tia Eron) busca parceria do ITA com o CIMATEC.

A deputada Federal Eronildes Vasconcelos Carvalho (Tia Eron, PRB/BA) acompanhada dos diretores do CIMATEC – Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia, visitou na quinta-feira (13/08/2015)  o ITA – Instituto Tecnológico da Aeronáutica localizado na cidade paulista de São Jose dos Campos.

A deputada baiana que é membro da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Federal afirma que o objetivo da visita é alavancar uma parceria do ITA com o CIMATEC, proporcionando assim, uma tecnologia de ponta para o órgão baiano cujos cursos são bastantes procurados por estudantes da área de cursos técnicos.

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) é uma instituição universitária pública ligada ao Comando da Aeronáutica (COMAER). Especializado nas áreas de ciência e tecnologia no Setor Aeroespacial, o ITA oferece diversos cursos de graduação e pós graduação, sendo uma das mais avançadas instituição de ensino tecnológico da America Latina.

· Graduação em Engenharia

· Pós-graduação stricto sensu em nível de Mestrado, Mestrado Profissional e Doutorado

· Pós-graduação lato sensu de especialização e de extensão.

· Criado em 1950, por inspiração do Marechal Casimiro Montenegro Filho e intensa cooperação internacional, o ITA é considerado um centro de referência no ensino de engenharia no Brasil.

Cursos de Graduação

Os alunos de graduação recebem ensino e alimentação gratuitos ao longo dos cinco anos de curso, além de moradia a baixo custo dentro do próprio campus. O ITA oferece 6 cursos de graduação:

o Engenharia Aeronáutica

o Engenharia Eletrônica

o Engenharia Mecânica-Aeronáutica

o Engenharia Civil-Aeronáutica

o Engenharia de Computação

o Engenharia Aeroespacial

Cursos de Pós-graduação

O ITA oferece cursos de Mestrado e Doutorado por meio de cinco programas de pós-graduação, subdivididos em 22 áreas de concentração:

Engenharia Aeronáutica e Mecânica

o EAM-A – Aerodinâmica, Propulsão e Energia

o EAM-E – Mecânica dos Sólidos e Estruturas

o EAM-M – Materiais e Proc. de Fabricação

o EAM-P – Produção

o EAM-S – Sist. Aeroespaciais e Mecatrônica

o EAM-V – Mecânica de Vôo

Ciências e Tecnologias Espaciais

o CTE-F – Física e Matemática Aplicadas

o CTE-P – Propulsão Espacial e Hipersônica

o CTE-Q – Química dos materiais

o CTE-S – Sensores e Atuadores Espaciais

o CTE-E – Sistemas Espaciais, Ensaios e Lançamentos

Engenharia Eletrônica e de Computação

o EEC-D – Dispositivos e Sistemas Eletrônicos

o EEC-I – Informática

o EEC-M – Microondas e Optoeletrônica

o EEC-S – Sistemas e Controle

o EEC-T – Telecomunicações

Física

o FIS-A – Física Atômica e Molecular

o FIS-C – Dinâmica Não-linear e Sistemas Complexos

o FIS-N – Física Nuclear

o FIS-P – Física de Plasmas

Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica

o EIA-I – Infra-Estrutura Aeroportuária

o EIA-T- Transporte Aéreo e Aeroportos

O ITA também oferece o Mestrado Profissional, um curso de pós-graduação stricto sensu em parceria com empresas, e cursos de pós-graduação lato sensu dependendo das demandas das Forças Armadas e do mercado. Boa parte dos estudantes de Mestrado, Mestrado Profissional e Doutorado recebem bolsas de estudo de agências de fomento ou empresas.

Missão e Legislação

O ITA foi criado pelo Decreto no 27.695, de 16 de janeiro de 1950 e definido pela Lei nº 2.165, de 05 de janeiro de 1954, com a seguinte missão:

·  Ministrar o ensino e a educação necessários à formação de profissionais de nível superior, nas especializações de interesse do campo Aeroespacial, em geral, e do Comando da Aeronáutica, em particular;

·  Manter atividades de graduação, de pós-graduação stricto sensu, de pós-graduação lato sensu e de extensão;

· Promover, através da educação, do ensino e da pesquisa, o progresso das ciências e das tecnologias relacionadas com as atividades aeroespaciais.​

O ITA é um órgão integrante da Administração Federal Direta, como Instituição Federal de Ensino Superior (IFES), sob a jurisdição do Comando da Aeronáutica (COMAER), e, portanto, do Ministério da Defesa (MD). Relaciona-se com Ministério da Educação (MEC) nos assuntos de natureza geral de educação, pois as disposições legais previstas na legislação educacional e de magistério diretamente dirigidas ao MEC são extensivas ao ITA, no que couber. Mais detalhes sobre a constituição legal da instituição podem ser obtidos no Regulamento e Regimento do ITA.

Outras publicações

Presidente Roberto Badaró convoca primeira reunião do Conselho da Fapesb Dr. Roberto Badaró, 63 anos, é médico Infectologista, PhD em Imunologia e Doenças Infecciosas, Professor Livre Docente da Faculdade de Medicina da UN...
UESC promove debates sobre países de língua francesa A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), por iniciativa do Curso de Línguas Estrangeiras Aplicadas (LEA) às Negociações Internacionais e do proje...
Festival de Música Estudantil encerra fase regional A final da fase regional do Festival Anual da Canção Estudantil (Face) para estudantes de Salvador e região metropolitana será realizada, na quinta-fe...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br