Como ganhar dinheiro vendendo as suas melhores fotografias na internet?

Interior da França. Vender fotografias pode ser uma ótima forma de adquirir receita financeira. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Interior da França. Vender fotografias pode ser uma ótima forma de adquirir receita financeira. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Hoje, nós vamos falar sobre alguns bancos de imagens que podem ser bastante úteis para quem quer ganhar dinheiro na internet através das vendas de fotos – um jeito fácil de obter um pouco de dinheiro (ou muito, dependendo da qualidade das fotografias) com os cliques que você registrar por aí.

Os sites mencionados podem ser utilizados tanto por fotógrafos amadores como por profissionais, oferecendo diferentes possibilidades de rentabilidade. Veja abaixo quais são alguns deles e, caso saiba de outros serviços do gênero, compartilhe com a gente nos comentários:

1 – 500px Prime

A versão alternativa do site principal 500px, o 500px Prime, permite a comercialização de imagens registradas pelos membros da comunidade. 70% do valor das vendas é destinado ao fotógrafo e você pode continuar a licenciar os conteúdos em outros lugares, sem qualquer contrato de exclusividade. Mas caso deseje, é permitido dar direitos exclusivos ao 500px Prime para você obter lucros maiores com as fotografias.

2 – SmugMug Pro

O SmugMug oferece um acervo bastante vasto com fotos de altíssima qualidade e sobre diferentes temas. Se você optar por assinar o serviço Pro por US$ 12,50 por mês, é permitido vender as suas imagens na rede e ganhar 85% do valor sobre elas, dependendo do preço selecionado para as imagens.

3 – DepositPhotos

O DepositPhotos oferece um aplicativo para o Android e o iOS que permite que você disponibilize as imagens registradas pelos smartphones de um modo mais rápido e fácil. Dependendo do valor selecionado, até 44% dos royalties das vendas são destinados ao usuário. Já pelo site, os valores variam de 44% até 52%, com números que modificam conforme a quantidade de fotos enviadas para upload.

4 – DeviantArt

Apesar de ser mais destinado aos artistas e aos ilustradores, existem muitos fotógrafos que também compartilham as suas imagens no DevianArt. O site não oferece recursos tão profissionais como os outros mencionados, porém você também pode vender fotos e artworks por aqui e obter 20% sobre o valor de cada arquivo comercializado. Caso opte por ser um membro Premium (US$ 2,49 ou mais por mês), é permitido gerenciar melhor os preços e os royalties.

5 – Shutterstock

O Shutterstock já é bastante conhecido e um dos bancos de imagens mais populares, com um acervo de fotografias mais profissional. É indicado que fotógrafos mais experientes participem da comunidade, apesar de o valor de retorno sobre as fotos ser menor do que em outros sites. Contudo, graças à popularidade do Shutterstock e ao volume de imagens compradas, isso não deve ser um problema.

6 – Scoopshot

O sistema de funcionamento do Scoopshot é um tanto diferente das outras plataformas listadas. Além de você poder fazer o upload das imagens que quiser e definir os seus preços, você também pode participar de ensaios específicos para os clientes do Scoopshot. Em outras palavras, você vai capturar imagens que com certeza serão compradas. Contudo, os royalties também são pagos de um jeito diferente, já que não existem taxas fixas e elas variam conforme os clientes do site.

*Com informações do TecMundo | Por Por Castelli.

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.