Com a inigualável voz de ébano, Margareth Menezes fez ecoar o melhor da musicaldade baiana na Chapada Diamantina

Margareth Menezes fez ecoar o melhor da música baiana durante o Festival de Igatu, em Andaraí.

Margareth Menezes fez ecoar o melhor da música baiana durante o Festival de Igatu, em Andaraí.

Prefeito Wilson Cardoso e a senadora Lídice da Mata, foram citados pela cantora Margareth Menezes.

Prefeito Wilson Cardoso e a senadora Lídice da Mata foram citados pela cantora Margareth Menezes.

Noite de lua cheia, clima ameno, e a histórica sede do distrito de Igatu, em Andaraí, na Chapada Diamantina formaram o cenário ideal para apresentação do show da cantora Margareth Menezes.

Antes de dar início ao show ‘Para Gil & Caetano’, na noite de sábado (28/08/2015), Margareth Menezes saudou o público, formado por variada idade e personalidade.

Durante o show, ela revelou que ao banhar-se nua nas águas da Chapada Diamantina pediu benção e proteção para o povo baiano.  Margareth Menezes revelou, também, que ás águas, o clima, e o ar do local renovavam as energias para continuar com o trabalho musical.

Considerada uma das mais belas vozes do Brasil, Margareth apresentou, durante o Festival de Igatu, releituras musicais de composições de artistas que inspiraram a carreira, a exemplo de Caetano Veloso, Gilberto Gil, e Dorival Caymmi. A cantora comentou que o show, ‘Para Gil & Caetano’, tinha sido apresentado cerca de 50 vezes, e que seguiria com ele espalhando a musicalidade baiana.

Sublime talento

Um dos maiores desafios que um cantor ou uma cantora pode impor-se é tentar trazer algo novo a uma canção conhecida. Nesse aspecto, Margareth Menezes renovou as composições e a forma de interpretar de músicas como O quereres, Milagres de um povo, Reconvexo, Eclipse oculto, Vamos fugir, Purificar o Subaé, Eu vim da Bahia, dentre outras canções do projeto especial ‘Para Gil & Caetano’.

Um dos pontos de maior emoção do show foi quando os músicos param de tocar e apenas o canto de Margareth Menezes ecoava, era uma voz bela, era como se milhares de vozes cantassem ao mesmo tempo, foi como estivesse acompanhada da mais bela orquestra, criando momento singular. Percebia-se algo sublime, percebia-se toda a ancestralidade existe em um ser humano revelado através da voz, do canto, um canto que encanta e eleva.

Iniciativa e apoio

Margareth Menezes parabenizou o prefeito de Andaraí, Wilson Cardoso, pela promoção de mais uma edição do Festival de Igatu. Ela também destacou o apoio do governo do Estado, e saudou a presença da senadora Lídice da Mata, que na oportunidade, prestigiava o evento.

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.