Aplicativos do Governo da Bahia ampliam acesso à informação e serviços

: Aplicativo do Hemoba.

Aplicativo do Hemoba.

O Governo da Bahia está utilizando diversos aplicativos em áreas como trabalho, saúde e segurança pública, o que facilita o acesso à informação e serviços. Um dos exemplos é a ferramenta do SineBahia, serviço de intermediação profissional, lançada em novembro de 2014.

Diariamente cerca de mil pessoas procuram o serviço nas 120 unidades distribuídas pelo estado. Desde a criação em janeiro de 2007, o SineBahia já encaminhou mais de um milhão de profissionais ao mercado de trabalho, e 460 mil tiveram o emprego garantido.

Disponível gratuitamente para Android, o APP oferece informações sobre vagas e a opção de fazer habilitação ao Seguro-Desemprego. O aplicativo, que também beneficia o trabalhador autônomo, facilita acesso a dados referentes ao SineBahia-Patra, ao Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CrediBahia) e ao conteúdo do portal do empreendedor individual.

Para as empresas, o APP possibilita disponibilizar vagas, enviar declaração para o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), verificar currículo de trabalhador e enviar demanda por cursos para qualificação profissional, detalha o gerente da Unidade Central do SineBahia, Helber Pacheco.

Hemoliga

A Fundação Hemoba já dispõe de uma forma interativa para estimular doações de sangue, através do aplicativo Hemoliga. Por meio do programa, o usuário pode ficar informado em relação ao procedimento de doação e sobre o número de bolsas de sangue coletadas por dia – tudo em tempo real.

“Hoje em dia é uma realidade para a gente o apelo de captação de sangue pela web. Os jovens estão muito antenados com as redes sociais. Após a criação do aplicativo percebemos o crescimento das doações quando comparamos aos meses anteriores”, ressalta o coordenador médico de triagem da Hemoba, Marcelo Matos.

O Hemoliga está disponível gratuitamente para smartphones e tablets com versões nos sistemas iOS e Android. A Fundação Hemoba ressalta que um homem pode doar sangue quatro vezes ao ano, enquanto uma mulher apenas três.

Desaparecidos

Para localizar pessoas desaparecidas, também já existe recurso mais rápido. Desde abril de 2014, a Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP) utiliza o Whatsapp, por meio do número 71 8643-4007, e uma página no Facebook para registrar ocorrências. Com os novos canais de comunicação, houve aumento de 30% na localização de pessoas de janeiro a junho deste ano, quando o índice é comparado ao mesmo período de 2014.

Segundo a delegada titular da DPP, Heloísa Simões, “os órgãos de segurança pública têm utilizado bastante as mídias sociais. Elas são mais uma ferramenta que a polícia utiliza no auxílio das investigações criminais e também na localização de pessoas desaparecidas. Em relativo pouco tempo de uso das plataformas, conseguimos perceber resultados muito positivos“, garante

Outras publicações

Audiência discute implantação de complexo portuário no Sul da Bahia A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável promove audiência pública hoje para discutir a implantação do complexo Porto-Sul Bahia – con...
Juros zero do Pronaf Mulher fortalece agricultura familiar “A isenção de juros para o financiamento do Pronaf-Mulher na Bahia, anunciada pelo governador Jaques Wagner durante a visita da presidente Dilma Rouss...
Acesso à água potável melhorou qualidade de vida de famílias no sertão baiano Sistema integrado de abastecimento de água de Muritiba. Quase cinco anos após a implementação de unidade modelo de dessalinização da água, a comunid...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br