Trabalhar muitas horas em pé pode ocasionar lesões na coluna

Ilustração da coluna vertebral. Muitas horas em pé pode ocasionar lesões na coluna.

Ilustração da coluna vertebral. Muitas horas em pé pode ocasionar lesões na coluna.

São inúmeras as profissões que exigem de seus benfeitores permanecerem por muitas horas em pé, o comércio, por exemplo, está no topo da lista! Se você se enquadra nessa descrição fique atendo aos cuidados que o ortopedista Pil Sun Choi, coordenador do Grupo de Cirurgia Minimamente Invasiva do Hospital São José da Beneficência Portuguesa – SP indica para que se tenha uma coluna saudável, a primeira dica: “A prática regular de atividade física e cuidados com a postura devem ser prioridade. O sedentarismo, consequência da vida urbana moderna, interfere no metabolismo do disco invertebral, que precisa de movimento para manter o equilíbrio vital das células” ressalta.

A coluna saudável exige que as posturas devam ser alternadas entre as posições sentada e de pé. Ficar muito tempo em pé aumenta a chance de desenvolver varizes, e se ficar parado por longos períodos, a tendência é forçar a coluna lombar e provocar dores;

Desenvolva a consciência da postura correta, quando não se tem uma postura adequada há uma sobrecarga das estruturas vertebrais, o que provoca dores, e ao longo do tempo determina retrações musculares;

Enquanto estiver em pé por muito tempo, recomenda-se alternar o apoio dos pés, isto é: manter um pé esticado e outro ligeiramente dobrado, ora no pé direito e ora no esquerdo. Essa postura irá retificar a lordose lombar e diminuir a sobrecarga nas estruturas da coluna.

E se além de ficar de pé seja necessário o uso do salto alto, há uma frequência e tipo de salto menos prejudicial à coluna. No dia a dia, o ideal é três a cinco centímetros. Saltos maiores devem ser reservados aos eventos especiais e, mesmo assim, a mulher deve estar preparada para ter dores nas costas e nos pés. A dor ocorre por que os saltos altos deslocam o centro de gravidade para frente, causando um desequilíbrio. Para compensar a desproporção, as mulheres tendem a naturalmente sobrecarregar as estruturas das vértebras, causando lordose lombar, uma curvatura excessiva da coluna para dentro.

Em longo prazo, o descuido com a postura pode ser decisivo. “Além de facilitar o aparecimento de deformidades pela sobrecarga que causa nas estruturas vertebrais, os vícios posturais podem antecipar lesões discais e até artrose da coluna num prazo mais distante”, afirma. Aquela dorzinha no pescoço, por exemplo, pode indicar problemas na coluna. Mas também pode ser apenas uma tensão, um sinal de distúrbios na tireoide, na ATM (que liga o maxilar ao crânio), as dores constantes nas pernas podem indicar varizes, entre outros. Motivo pelo qual a indicação primordial é a prevenção!

Sobre o Grupo de Cirurgia de Coluna Minimamente Invasiva do Hospital São José da Beneficência Portuguesa de São Paulo (GCCMI do HSJ/BP/SP):

Liderado pelo médico ortopedista Dr. Pil Sun Choi, o Grupo é referência em Cirurgia de Coluna Minimamente Invasiva no Brasil. A equipe cirúrgica atende no Hospital S. José, um dos poucos hospitais do Brasil a ter acreditação internacional (JCI). Multidisciplinar, o Grupo conta com ortopedistas, neurocirurgiões, especialistas em dor, anestesistas, fisioterapeutas e especialidades afins. Os procedimentos realizados envolvem técnicas percutâneas com ou sem assistência de vídeo-cirurgia que são realizadas com anestesia local, o que propicia menos dor no pós-operatório e rápido retorno às atividades. O Grupo é composto pelos médicos Dr. Pil Sun Choi, Dr. Wilson Dratcu, Dr. Marcelo Perocco, Dr. David Del Curto, Dr. Pedro Pierro, Dr. Atuzi Mizi Junior e Dr. Luiz Meirelles.

Outras publicações

Idosos com perda auditiva precisam da família para evitar depressão Ilustração do aparelho auditivo humano. Perda auditiva em idosos pode levar à depressão. Hoje, 26 de julho, é comemorado o Dia dos Avós. A data será...
Governo Rui Costa apresenta a entidades, profissionais de saúde e Ministério Público instalações do HGE 2 Entidades de saúde realizam visita ao HGE 2. A estrutura do HGE 2, que já está concluída e com os equipamentos instalados, recebeu uma visita guiada...
Deputado Targino Machado: “Sou radicalmente contra a privatização do Hospital Clériston Andrade” Targino Machado: "O Hospital Geral Clériston Andrade vem sendo, de propósito, sucateado, para, em seguida, ser privatizado." Em discurso no plenário...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br