Salvador e mais seis cidades na Bahia receberão a ‘Tocha Olímpica Rio 2016’

Logomarca do revezamento da tocha Jogos Olímpicos Rio 2016.

Logomarca do revezamento da tocha Jogos Olímpicos Rio 2016.

Tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Salvador está confirmada no Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016. O Comitê Organizador dos Jogos anunciou no final da manhã de hoje (03/07/2015), em Brasília, a lista das primeiras 82 cidades que integrarão a jornada da Chama Olímpica pelo país. A data e o percurso detalhado da passagem da chama por Salvador serão confirmados posteriormente, assim como todo o trajeto em solo nacional.

As cidades anunciadas sexta-feira (03/07/2015) indicam os destinos finais da chama Olímpica para cada dia do Revezamento , com exceção dos dias em que houver paradas técnicas ou momentos especiais de imagem. Também foi confirmado que a jornada da Chama Olímpica no Brasil começará em data ainda a ser decidida, entre abril e maio de 2016.

Na avaliação do secretário do Escritório Salvador Cidade Global, Jorge Khoury, gestor dos Jogos Olímpicos no âmbito municipal, o importante é que os percursos contemplem a cultura e a identidade do soteropolitano. “Já tempos três roteiros elaborados, considerando que a passagem da Tocha Olímpica por Salvador será mais uma oportunidade para a cidade mostrar a sua história ao mundo e, ao mesmo tempo, aproximar esse evento dos soteropolitanos, nossa maior fonte de calor”, observa.

O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 vai durar entre 90 e 100 dias após a tradicional cerimônia de acendimento da chama Olímpica na cidade grega de Olímpia, berço dos Jogos da Antiguidade. As datas da cerimônia de acendimento em Olímpia e da chegada da chama a Brasília ainda serão definidas. Em solo nacional serão em torno de 12.000 condutores da tocha e a chama percorrerá cerca de 20.000 quilômetros por estradas e ruas brasileiras e viajará em torno de 10.000 milhas aéreas, no trecho entre Teresina e Campo Grande.

No dia 5 de agosto de 2016, o Revezamento da Tocha Olímpica será encerrado quando o último condutor acenderá a Pira durante a cerimônia de abertura dos jogos, no Estádio do Maracanã. Os destinos finais para cada dia foram escolhidos para que a rota pudesse atingir o maior número possível de brasileiros dentro da duração estimada do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016.

A lista completa das cidades que receberão o revezamento será revelada no início do próximo ano. Esse encontro da tradicional Chama Olímpica com o calor humano do povo brasileiro vai alcançar em torno de 90% da população do país em cerca de 300 cidades de todos os 26 estados, além do Distrito Federal. Ao longo dos próximos dois meses, o Comitê Organizador dos Jogos e os patrocinadores anunciarão suas campanhas públicas para selecionar em todo o Brasil aqueles que terão o privilégio de conduzir a Chama Olímpica.

História – Os gregos da Antiguidade consideravam o fogo um elemento divino e mantinham chamas perpétuas acesas em frente a seus principais templos, como no santuário de Olímpia, onde aconteciam os Jogos da Antiguidade. A chama era acesa usando os raios do sol, para assegurar sua pureza, e uma skaphia, espécie de espelho côncavo que converge os raios para um ponto específico. Na Era Moderna, essa mesma cerimônia é reproduzida em Olímpia, onde a chama é acesa em frente ao Templo de Hera meses antes do início de cada edição dos Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno.

O Revezamento da Tocha Olímpica é inspirado em duas tradições da Grécia Antiga. Na primeira, corridas de revezamento da tocha eram organizadas em Atenas como tributo a certos deuses. O primeiro participante a chegar ao altar do deus da corrida ganhava a honra de acender o fogo em sua homenagem. A segunda tradição envolvia mensageiros viajando por cidades da Grécia para anunciar a data exata dos jogos. Eles convidavam os cidadãos a ir até Olímpia e proclamavam a trégua sagrada, que obrigava todas as guerras a cessar um mês antes do evento e durante as competições, para que atletas e espectadores pudessem ir e voltar com segurança.

Nos Jogos Olímpicos da Era Moderna, o significado ancestral da chama foi resgatado pela primeira vez em Amsterdã 1928, mas o primeiro Revezamento da Tocha Olímpica aconteceu em Berlim 1936, com a chama sendo acesa em Olímpia e transportada para a capital alemã. Atualmente, meses antes de cada edição dos Jogos Olímpicos de Verão e Inverno, a cerimônia de acendimento dá início ao revezamento na Grécia. Após percorrer o território grego por alguns dias, a chama chega à capital Atenas, onde é entregue aos organizadores dos Jogos Olímpicos. De lá, ela é transportada até o país-sede, onde embarca em uma jornada por dezenas de cidades, levando uma mensagem de paz e união. O seu destino final é o estádio da cerimônia de abertura, onde a chama acende a Pira Olímpica e marca o início oficial dos Jogos.

Seis cidades na Bahia receberão a Tocha Olímpica Rio 2016
As cidades de Salvador, Vitória da Conquista, Senhor do Bonfim, Porto Seguro, Paulo Afonso e Ilhéus estão confirmadas na rota da Tocha Olímpica Rio 2016. As seis cidades baianas fazem parte do grupo de 300 cidades brasileiras que vão receber a tocha. Os nomes foram divulgados nesta sexta-feira (3), em Brasília, durante cerimônia do Comitê Organizador Rio 2016.
O governador da Bahia, Rui Costa, foi representado no evento pelo titular da Representação do governo baiano em Brasília, Jonas Paulo, que comemorou o anúncio. “A Bahia receberá a Tocha Olímpica com emoção, muito calor humano e alegria”, disse Jonas. O ato teve a participação da presidente Dilma Rousseff, do presidente do Comitê Organizador, Carlos Arthur Nuzman, atletas paraolímpicos, ex-atletas, além de outras autoridades.
A chama do maior evento esportivo do mundo chega ao Brasil em maio de 2016, levando a mensagem de paz, união e amizade aos quatro cantos do país. A presidente Dilma afirmou que será com muito orgulho que o Brasil receberá os Jogos Olímpicos Rio 2016. É o primeiro país da América do Sul a receber o evento mundial. “Vamos responder à altura o desafio que recebemos, faremos uma olimpíada histórica e temos certeza de que será segura”, garantiu a presidente, ao citar o trabalho da segurança realizado durante a Copa do Mundo em 2014.

Outras publicações

A cantora Cláudia Leite realiza show no Farol da Barra em homenagem à Independência da Bahia Acatando sugestão da Fundação Pedro Calmon, as festividades em homenagem ao Dois de Julho terão inovações em 2009. As novidades incorporadas acontec...
Leilões devem gerar bons negócios na ExpoBahia 2010 A realização de seis leilões na programação de negócios da ExpoBahia, feira que acontece entre os dias 14 e 18 de abril de 2010 no Parque de Exposiçõe...
SEI divulga nesta sexta resultados do PIB trimestral da Bahia Nesta sexta-feira (03/09/2010), após divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil pelo IBGE, serão divulgados os resultados do PIB baiano refer...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br