ONU defende incentivos para mudanças nos padrões de consumo e produção

Ban Ki moon abre conferência na Etiópia.

Ban Ki-Moon abre conferência na Etiópia.

Na abertura da Conferência sobre Financiamento para o Desenvolvimento, secretário-geral Ban Ki-moon diz ser preciso “reiniciar” o sistema do desenvolvimento financeiro; reunião em Adis-Abeba começou esta segunda-feira.

O secretário-geral da ONU reafirmou esta segunda-feira que 2015 é o “ano de ação global”, mas lembrou que as promessas feitas no papel só serão cumpridas se houver recursos financeiros.

Ban Ki-moon discursou na abertura da Terceira Conferência sobre Financiamento para o Desenvolvimento, em Adis-Abeba, capital da Etiópia. Ele declarou ser importante garantir que nenhuma pessoa seja excluída da nova agenda de desenvolvimento global.

Limitações

O secretário-geral acredita que o modelo de financiamento precisa ser atualizado porque a população global está aumentando, ao mesmo tempo em que os recursos estão cada vez mais limitados.

Ban lembrou que as soluções dependem do uso de todas as fontes de renda: pública, privada, doméstica e internacional.

Consumo

O secretário-geral afirmou ser essencial reforçar políticas públicas e marcos regulatórios e aumentar os incentivos financeiros para que ocorram mudanças nos padrões de consumo e de produção.

O chefe da ONU quer o estabelecimento de um ambiente econômico internacional onde esforços nacionais e políticas públicas sejam apoiados por investimentos do setor privado.

Negociações

Aos líderes de governos presentes na conferência, Ban Ki-moon pediu que adotem a Agenda de Ação de Adis-Abeba. O documento final ainda está em negociação e prevê financiamento em várias áreas, como tecnologia e assistência aos países menos desenvolvidos.

Também participam da Conferência sobre Financiamento para o Desenvolvimento representantes de instituições financeiras, do setor privado, de ONGs e da sociedade civil.

O encontro ocorre num momento importante, já que os Estados-membros da ONU preparam-se para adotar a nova agenda de metas para o desenvolvimento sustentável, em setembro, e tentar fechar um acordo contra a mudança climática, em dezembro.

*Com reportagem de Priscilla Lecomte, enviada especial da Rádio ONU a Adis-Abeba.

*Com informação da Rádio ONU em Nova York.*

Outras publicações

Confrontos após ataque talebã deixam 35 mortos, diz Paquistão Ao menos 11 soldados do Paquistão e 24 militantes do Taleban foram mortos em confrontos perto da fronteira do país com o Afeganistão, segundo informar...
Líder supremo do Irã afirma que resistência libertará à Palestina Teerã, 27 fevereiro (EFE).- O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, afirmou hoje em Teerã que a "Palestina será libertada com a continuação da...
Promotoria de Milão solicita julgamento imediato para Sílvio Berlusconi Roma, 9 fev (EFE).- A Promotoria de Milão apresentou nesta quarta-feira perante o juiz sua solicitação para o processo imediato de Silvio Berlusconi, ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br