Oi anuncia investimento de R$ 30 milhões no fundo de cultura

Oi investe no setor cultural.

Oi investe no setor cultural.

Em solenidade com o governador da Bahia, Rui Costa, realizada na noite de ontem, no Palácio Rio Branco, o presidente da Oi, Bayard Gontijo, assinou termo de acordo e compromisso para o desenvolvimento do Fundo de Cultura. Pelo convênio, a Oi irá repassar este ano R$ 30,24 milhões ao Fundo de Cultura para apoio a projetos culturais da Bahia, por meio de incentivo fiscal com recursos do ICMS.

A Oi já participa do Fundo de Cultura da Bahia há dez anos e repassou, neste período, R$ 191,15 milhões nos convênios celebrados. Para 2015, o valor previsto é igual ao repassado em 2014, e o dobro do celebrado no primeiro acordo, em 2005 (R$ 15 milhões). A Oi é o terceiro maior contribuinte da Bahia, pagando anualmente R$ 477,5 milhões anuais em impostos no estado: R$ 466,1 milhões de ICMS, R$ 11,4 milhões de ISS e R$ 3,4 milhões de IPTU.

Além dos aportes ao Fundo de Cultura, ao longo destes 10 anos, a Oi apoiou 92 projetos culturais na Bahia. Atualmente o Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi, apoia projetos como o Jam no MAM e o Música no Parque, eventos que marcam o calendário musical da cidade com shows gratuitos ou a preços populares, contribuindo para a formação de plateias e a diversidade da expressão musical do estado. O Oi Futuro também patrocina a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) e o VivaDança, festival internacional de dança, que em 2015 chegou à sua nona edição e é uma ponte entre a dança baiana e a de outros estados e países.

O incentivo à cultura da Bahia pela Oi se estende à difusão de eventos e manifestações culturais baianas em outros estados do Brasil. No palco do Teatro Oi Futuro, no Rio de Janeiro, este ano passaram os músicos Moreno Veloso e Bruno Capinan. O Oi Futuro também patrocinou o filme O Vendedor de Passados, que tem o baiano Lázaro Ramos como protagonista.

Oi Novos Brasis apoiou 20 projetos na Bahia nos últimos 10 anos

O Programa Oi Novos Brasis, de apoio a projetos de responsabilidade social, mantido pelo Oi Futuro, apoiou 20 projetos na Bahia nestes 10 anos. Atualmente, o Oi Futuro apoia, em Curaçá, no Norte da Bahia, o projeto “Educando para Recaatingar”, do Instituto Mata Branca. O projeto tem ações nas zonas urbana e rural, com o objetivo de “recaatingar” trechos em processo de desertificação, principalmente a Área de Preservação Permanente (APP); reabilitação de viveiros para produção de espécies nativas da caatinga e recuperação de áreas em processo de degradação.

Oi mantém escola no Pelourinho

As ações sociais da Oi na Bahia envolvem ainda a manutenção da escola Oi Kabum!, no Pelourinho. A Escola de Arte & Tecnologia é um projeto do Oi Futuro em parceria com a ONG Cipó – Comunicação Interativa, voltado para a formação gratuita de jovens de comunidades populares urbanas, estudantes ou egressos da rede pública, nas áreas de computação gráfica, design gráfico, fotografia, web design e vídeo. O programa também é desenvolvido no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife.

Oi investiu R$ 49 milhões no primeiro trimestre

A Oi investiu cerca de R$ 49 milhões na Bahia no primeiro trimestre de 2015. Somado no ano passado, já são R$ 255 milhões até o último balanço divulgado. A operadora está priorizando investimentos em suas redes de telecomunicações, com foco no tripé Operações, Engenharia e TI, para melhoria da qualidade do serviço aos clientes em todas as regiões.

A companhia tem investido na expansão de sua rede na Bahia. Entre janeiro e abril de 2015, a companhia instalou mais 6,8 mil portas de acesso à internet banda larga no estado. Neste período, também foram implantados mais nove novos sites de telefonia móvel. Os sites são os locais onde ficam as antenas que realizam a transmissão do sinal do telefone celular.

Ainda entre os principais investimentos no estado do período, a Oi ampliou a cobertura do 3G na Bahia para novos municípios e finalizou projetos de melhoria no interior do estado, como o Recôncavo e Barreiras.

Além disso, a companhia acaba de abrir um novo setor na capital baiana, empregando 358 novos colaboradores para dar suporte às solicitações de pós-venda dos clientes empresariais e corporativos.

A Oi tem aproximadamente 5,6 milhões de clientes na Bahia, dos quais 4,2 milhões na telefonia móvel, 1 milhão na telefonia fixa, 384 mil em banda larga fixa e 55,4 mil em TV por assinatura, além de 61 mil telefones públicos por todo o estado. A companhia está presente nos 417 municípios baianos com serviços de telefonia fixa (coletivo e individual).

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br