Ministro da Justiça considera grave denúncia de ex-advogada de delatores

José Eduardo Cardozo: "É uma denúncia grave. Evidentemente, caberá ao Ministério Público Federal, que conduz a questão das delações premiadas, determinar as medidas que sejam cabíveis para apurar a situação”.

José Eduardo Cardozo: “É uma denúncia grave. Evidentemente, caberá ao Ministério Público Federal, que conduz a questão das delações premiadas, determinar as medidas que sejam cabíveis para apurar a situação”.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse hoje (31/07/2015) que considera “grave” a denúncia da advogada Beatriz Catta Preta, que informou ter deixado casos de clientes que defendia na Operação Lava Jato por se sentir ameaçada e intimidada por membros da Comissão Parlamente de Inquérito (CPI) da Petrobras. A revelação da advogada foi feita ontem (30), durante entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo.

“É uma denúncia grave. Evidentemente, caberá ao Ministério Público Federal, que conduz a questão das delações premiadas, determinar as medidas que sejam cabíveis para apurar a situação”, afirmou o ministro, após participar do 9º Encontro Anual de Segurança Pública, no Rio de Janeiro.

A advogada defendia clientes que fizeram acordo de delação premiada no âmbito do inquérito que investigava episódios de corrupção na Petrobras. Beatriz Catta Preta foi convocada no último dia 9 para prestar depoimento na CPI, que quer saber detalhes sobre os honorários recebidos por ela.

Nas declarações ao Jornal Nacional, Beatriz explicou que as ameaças eram “veladas” e que a decisão de deixar os clientes foi tomada para preservar a família.

*Com informação da Agência Brasil

Outras publicações

Juiz abre ação penal contra 27 investigados na Operação Lava Jato João Vaccari Neto passa a figurar em ação do caso Lava Jato. O juiz federal Sérgio Moro aceitou hoje (23/03/2015) denúncia contra 27 investigados na...
Operação Lava Jato: Paulo Roberto Costa confirma que recebeu propina pela compra da Refinaria de Pasadena Paulo Roberto Costa recebeu propina por compra de refinaria nos Estados Unidos da América. O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto ...
“Corruptor e corrupto são igualmente culpados”, diz juiz da Lava Jato Juiz Sérgio Moro declara que agentes públicos e privados são "igualmente culpados" pelos esquemas de corrupção. O juiz federal Sérgio Moro, responsá...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br