Estudantes da Uefs vão fazer intercâmbio em 11 países

Estudantes da Uefs vão fazer.

Estudantes da Uefs vão fazer.

Trinta e três alunos de graduação da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) vão estudar em instituições de ensino superior de outros países no semestre 2015.2 através de programas de mobilidade acadêmica. Outros quatro graduandos tiveram as bolsas renovadas. Na manhã da última quarta-feira (22/07/2015) os alunos que ainda vão viajar assinaram o termo de compromisso.

Os 11 países escolhidos foram Portugal, Argentina, Colômbia, México, Canadá, Estados Unidos, Espanha,  França, Hungria e Irlanda, além do Reino Unido. Dessa vez 20 estudantes dos cursos de Administração, Ciências Econômicas, Engenharia de Computação, Letras com Inglês, Ciências Contábeis, Letras com Espanhol, Psicologia, História, Direito e Ciências Biológicas vão frequentar instituições do exterior através do programa de mobilidade acadêmica da Uefs.

Fernando Castro, do curso de Administração, embarca em setembro para a Universidade do Minho (Portugal). “Escolhi a instituição por causa da grade. Minha expectativa é conhecer muita gente, outros países e novas culturas”, explicou. Já a estudante Carol Nunes Machado, do curso de Ciências Contábeis, tem como destino o Instituto Politécnico do Cavado e do Ave (IPCA), também em Portugal. Segundo ela, a “instituição possui um centro de pesquisa e empreendedorismo que abrange o conteúdo de contabilidade da Uefs”.

Outros 11 alunos dos cursos de Engenharia Civil, Física, Engenharia de Computação, Medicina, Ciências Biológicas, Odontologia e Farmácia vão viajar por meio do programa Ciência sem Fronteiras. Um estudante de Agronomia foi selecionado pelo programa IBrasil e outro de Educação Física pelo convênio Brasil-Colômbia. Atualmente 38 alunos da Uefs já estudam no exterior.

“A bolsa Uefs é mantida com recursos da própria instituição. A bolsa IBrasil faz parte de um consórcio que envolve nove universidade européias e 11 brasileiras. Em cada semestre um estudante de cada instituição é escolhido para fazer intercâmbio em uma dessas instituições. E o grupo Brasil-Colômbia seleciona um aluno da Uefs para a universidade colombiana e em contrapartida a Uefs recebe estudantes deste país”, explicou Soanne Oliveira, assessora de Relações Institucionais da Uefs. Já o Ciência sem Fronteiras é um programa de intercâmbio do Governo Federal.

A solenidade realizada no Anfiteatro do campus universitário contou com a presença do reitor da Uefs, professor Evandro do Nascimento, que na oportunidade relatou experiências de quando fez doutorado na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. “Desejo sucesso a todos. Não deixem de visitar museus, conhecer outras cidades e fazer redes de contatos com colegas e professores”, afirmou.

Também participaram do encontro a chefe de gabinete da Uefs, professora Taíse Bonfim, e do assessor técnico da Assessoria de Relações Institucionais (Aeri), professor Washington Franca-Rocha.

Mobilidade Acadêmica

Todos os estudantes dos cursos de graduação da Uefs podem participar do programa de mobilidade acadêmica institucional. Para participar do programa Brasil-Colômbia depende da instituição que for selecionada para receber os alunos. Dessa vez apenas graduandos da área de Saúde puderam participar da seleção. O IBrasil é apenas para estudantes de Engenharia. A bolsa Santander tem os mesmos critérios da bolsa Uefs. E o Ciência sem Fronteiras é voltado para alunos das áreas de Engenharia e Saúde (com exceção do curso de Educação Física) e dos cursos de Ciências Biológicas, Química, Matemática e Física.

Para ter acesso a uma dessas bolsas o estudante precisa participar dos editais de seleção que são abertos semestralmente. Os alunos são classificados a partir do currículo. De 2007 até hoje 460 estudantes da Uefs já passaram pela mobilidade acadêmica, desses 256 foram através da bolsa Uefs. Os principais países escolhidos são Portugal, Estados Unidos, França e Espanha.

Outras publicações

Deputado cobra mais uma vez a construção de maternidade pública em Feira de Santana Carlos Geilson: “A macrorregião de Feira de Santana precisa e exige com urgência a construção de uma maternidade pública”. “A macrorregião de Feira ...
Feira de Santana: peça teatral ‘Vô Doidim’ em cartaz no teatro Margarida Ribeiro Cena da peça 'Vô Doidim'. Depois do sucesso no Teatro vai aos Bairros 2015, com recorde de público, Vô Doidim volta a cartaz no Teatro Municipal Mar...
Duplicação do Anel de Contorno de Feira de Santana preocupa vereador Marcos Lima: "Estamos lutando desde o ano passado pela duplicação do Anel de Contorno". Mostrando preocupação com as consequências da duplicação do ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br