“Essa reforma do Rio Vermelho feita pela Prefeitura está realizando uma verdadeira faxina étnica em Salvador”, afirma Marcos Mendes

Marcos Mendes critica administração de ACM Neto.

Marcos Mendes critica administração de ACM Neto.

Durante entrevista na noite de terça-feira (28/07/2015), à Rádio Vida FM 106,1, ao Programa “Tô Na Área”, apresentado pelo jornalista Uziel Bueno, o Presidente Estadual do PSOL na Bahia, Marcos Mendes, afirmou que a reforma do Rio Vermelho, realizada pelo Prefeito de Salvador, ACM Neto, deve ser vista pela sociedade baiana como uma obra de “Faxina étnica”. Mendes ressaltou que a Prefeitura está expulsando os tradicionais ambulantes e moradores antigos que, durante anos, enxergavam no Rio Vermelho um local para comercializar as mercadorias e garantir a renda familiar.

“As reformas devem ser feitas de forma transparente e includente. Primeiro, precisamos pensar nas pessoas que serão atingidas com o empreendimento. Do ponto de vista social, deve ser uma obra que promova a inclusão e não a exclusão como está ocorrendo” , salientou o psolista.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br