Criatividade e sólida formação de governo contribuem para o sucesso da saúde suplementar

Assunto foi discutido em Fórum BMAIS que reuniu empresários baianos.

Assunto foi discutido em Fórum BMAIS. Evento reuniu empresários baianos.

Responsável por mais de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, o setor de saúde é alvo de discussões entre gestores e empresários, sobretudo em momentos de crise econômica. Para driblar momentos instáveis como esse, as boas práticas de governança corporativa no setor são essenciais para o funcionamento positivo da saúde suplementar. O assunto foi abordado no 27º Fórum BMAIS desta terça-feira (21/07/2015), que reuniu executivos e representantes da área, em Salvador.

Para o provedor da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, Roberto Sá Menezes, esse momento histórico afeta, principalmente, os recursos orçamentários das unidades de saúde. “É um período de contenção de despesas e, infelizmente, a

população mais necessitada é a mais atingida”, pontua Menezes, destacando que é imprescindível o uso da criatividade, do bom preparo técnico e uma sólida formação de governo.

Palestrante do evento, promovido pelo Grupo [B+], o presidente do conselho administrativo da Associação Nacional dos Hospitais (Anahp), Francisco Balestrin, destacou ainda as lideranças técnica e corporativa como fundamentais para o sucesso de uma instituição. Por outro lado, o médico também ressaltou alguns desafios de gestão. “Dificuldades de investimentos do setor hospitalar privado, alta carga tributária e ineficiência de escala, além da falta de consenso sobre o modelo de remuneração do setor privado são alguns dos problemas enfrentados”, destaca.

Representando a GC4Corp, empresa especializada em governança corporativa, Ruben Seidl, também falou sobre o tema, apontando a tendência de mercado para as empresas de saúde atuais. “A previsão é que ocorra a abundância de capital externo, mudança de legislação, expansão de fusões e aquisições, além do aumento da concorrência com grandes grupos internacionais”.

Novos projetos

O Diretor geral do Grupo [B+], Renato Simões Filho, falou sobre a importância de discussões sobre a saúde para a economia baiana e anunciou novos projetos. “A partir da próxima edição da Revista [B+], iremos trazer bimestralmente um suplemento intitulado [B+] Saúde. Vai ser um momento para que empresas baianas se apresentem, mostrem seus produtos, serviços e soluções”, explica.

O presidente do Grupo Natulab, Marconi Sampaio, falou sobre a importância do projeto e de encontros desse perfil. “Como representante da primeira indústria farmacêutica do Nordeste, o Fórum BMAIS só tem a somar, pois proporciona discussões enriquecedoras, troca de boas ideias e aumento de networking”, conclui. O evento ainda reuniu representantes do Hospital Santa Izabel, Laboratório Leme, Prima Empreendimentos, Hospital São Rafael, Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado da Bahia (Sindhosba), imprensa local e outros empresários.

Outras publicações

Salvador – TCA | Prorrogadas as inscrições para audição de atores e atrizes O Núcleo de Teatro do Teatro Castro Alves (TCA.Núcleo) prorrogou para o dia 10 de junho (quinta-feira) o prazo de inscrições para a Audição de Atores ...
Edital para concessão da Ponte Salvador-Itaparica será lançado no primeiro trimestre de 2014, afirma Sérgio Gabrielli em audiência na AL-BA José Sérgio Gabrielli: “é parte de um plano de desenvolvimento, ambientalmente responsável, que deve impulsionar o crescimento de várias regiões do E...
Clínicas particulares conveniadas ao SUS voltam a atender em Salvador A partir de hoje (29/03/2012), clínicas e hospitais particulares voltam a atender pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Salvador (BA). O atendimento es...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br