Corregedorias do TJBA criam banco de leiloeiros para agilizar processos judiciais

A Corregedoria Geral da Justiça da Bahia e a Corregedoria das Comarcas do Interior criaram o Banco de Leiloeiros com o objetivo de facilitar o acesso de juízes e servidores à informações sobre profissionais habilitados a atuarem nos processos judiciais.

O Provimento Conjunto foi assinado pelo desembargador José Olegário Monção Caldas, corregedor-geral da Justiça, e pela desembargadora Vilma Costa Veiga, corregedora das Comarcas do Interior.

Os leiloeiros serão credenciados a partir de indicações periódicas dos respectivos conselhos ou associações de classes. O banco é de caráter permanente e será mantido, atualizado e publicado a partir do sítio eletrônico das Corregedorias.

Entre os requisitos para o credenciamento está o de o leiloeiro não ser cônjuge, companheiro ou companheira, ou parente até o segundo grau civil de magistrado que integra o Poder Judiciário do Estado da Bahia.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br