Ator Wagner Moura apoia campanha da ONU contra o trabalho escravo

Wagner Moura apoia campanha da ONU.

Wagner Moura apoia campanha da ONU.

Uma nova campanha da Organização Internacional do Trabalho, OIT, busca erradicar o trabalho escravo no mundo todo. E o ator Wagner Moura está apoiando o projeto “50 for Freedom” (50 pela Liberdade).

Em Nova York, ator Wagner Moura declarou que casos são exemplo da “exploração do homem pelo homem levada à potência mais cruel”; 21 milhões de pessoas são escravizadas, um negócio que gera ilegalmente US$ 150 bilhões por ano.

Nesta semana, Moura visitou a sede das Nações Unidas, em Nova York, pela primeira vez e aproveitou para conversar com a Rádio ONU sobre os detalhes da campanha.

Lucros

Para o ator, ainda choca a escravidão ser uma realidade em pleno século 21 e ele chama a atenção para os dados da OIT, sobre o total de pessoas no mundo  exploradas pelo trabalho forçado.

“A gente não tem noção hoje em dia de que no mundo moderno, 21 milhões de pessoas são escravizadas, numa coisa que gera US$ 150 bilhões (por ano) de ganância ilegal. São dados tão contundentes, tão fortes. Eu acho que serve principalmente para informar as pessoas de que isso é uma realidade. Há gente trabalhando em condições análogas as da escravidão. É a exploração do homem pelo homem levada a sua potência mais cruel e sinistra.”

Apoio Político

Na entrevista à Rádio ONU, Wagner Moura contou que além de conscientizar a população, a campanha “50 for Freedom” busca o apoio dos chefes de Estado e de governo para a erradicação do trabalho escravo.

“E agora no final de julho eles vão lançar a campanha como um todo e eu vou representar a campanha, anunciando a campanha no mundo inteiro. Essa campanha, o objetivo é fazer com que até 2018, 50 líderes mundiais, 50 países se comprometam com o novo protocolo sobre a erradicação do trabalho escravo no mundo.”

Wagner Moura também divulgou em Nova York seu novo projeto de trabalho, a série “Narcos”, onde vive o traficante colombiano Pablo Escobar. O seriado de 10 episódios estreia pelo Netflix em agosto.

Ouça a íntegra da entrevista com Wagner Moura.

*Com informações da Rádio ONU em Nova York.

Outras publicações

Países pobres devem investir mais na eficiência energética, diz Unctad Órgão afirma que impacto da crise é chance para implementação de políticas de crescimento limpo; novo estudo indica que medidas são possíveis com a te...
Petrobras inicia maior oferta de ações do mundo O cidadão brasileiro que deseja entrar o mercado de ações tem uma oportunidade de ouro. A Petrobras iniciou, nesta segunda-feira (13/09/2010), a “vend...
Protesto antinuclear acirra campanha eleitoral na Alemanha no aniversário de Chernobi Aniversário de 24 anos da tragédia de Chernobil foi precedido por protestos contra energia nuclear. Mais de 100 mil pessoas uniram-se em corrente huma...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br