Trechos Norte e Noroeste do Anel de Contorno de Feira de Santana serão duplicados, informa Dnit

Deputado José Cerqueira de Santana Neto (Zé Neto) acompanha técnicos do governo federal com a finalidade de avaliar as condições do Anel de Contorno de Feira de Santana.

Deputado José Cerqueira de Santana Neto (Zé Neto) acompanha técnicos do governo federal com a finalidade de avaliar a estrutura do Anel de Contorno de Feira de Santana.

Com a finalidade de percorrer os trechos da BR-324 à BR-116 (Contorno Norte) e o BR-116 Sul-Norte (Contorno Noroeste), representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) visitaram, nesta manhã de quarta (17/06/2015), a cidade de Feira de Santana. O objetivo foi averiguar in loco os trechos a sofrerem intervenções e conversar com os presentes sobre os projetos de duplicação.

Acompanharam a visita o deputado estadual Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa; representantes do comércio e Indústria da cidade; representantes do Município, entre eles os secretários Carlos Brito e Ozeny Moraes; representantes da Embasa; da empresa Dynatest; vereadores Beldes Ramos e Alberto Nery; representantes de organizações sociais (Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Central Única de Trabalhadores) e imprensa local.

A vinda do DNIT ao município atendeu a pedido do setor comercial de Feira de Santana, representado em Brasília por empresários ligados ao comércio e indústria que, em companhia do deputado Zé Neto e por intermédio dos ministros Jaques Wagner (Defesa) e Miguel Rossetto (Secretaria Geral da Presidência da República), na semana passada, solicitaram celeridade nas duplicações dos trechos.

Contorno Norte de Feira de Santana

O contorno norte (BR-324 à BR-116) representa o trecho do antigo Clube de Campo Cajueiro – bairro Cidade Nova. Com o anteprojeto em mãos, os presentes percorreram os trechos e fizeram algumas paradas em pontos específicos de cruzamentos com semáforos, nos quais serão construídas passagens elevadas, com o objetivo de separar o tráfego de passagem e o tráfego local, soluções viáveis principalmente para desobstrução no trânsito.

Segundo o anteprojeto, feito pela empresa Dynatest, a serviço do DNIT, as intervenções no trecho incluem construção de uma pista principal com duas faixas de rolamento e de duas vias laterais com duas faixas de rolamento cada uma delas. Dessa forma, ao final da construção, haverá no total oito faixas de tráfego, sendo quatro para tráfego de passagem (tráfego pesado) e quatro para o tráfego local. Em setembro, será entregue ao Governo do Estado fazer a licitação para contratação das obras.

Conforme o diretor de planejamento e pesquisa Adailton Cardoso, “o anteprojeto será fechado até agosto, inclusive com essas concepções totalmente alinhadas com as intervenções da Prefeitura para que não haja nenhum tipo de conflito e posteriormente, em meados de setembro a outubro, a licitação será feita pelo Governo do Estado através de RDC Integrado – Regime Diferenciado de Licitação. Com os projetos executivos aprovados, o DNIT então fará a liberação para início das obras, efetivamente em 2016”, destacou.

Contorno Noroeste

O contorno noroeste compreende o trecho entre a Pousada da Feira e o Bairro Cidade Nova (BR-116 Sul à BR-116 Norte). Nesse caso, a ordem de serviço foi dada em 2014 e o projeto executivo está em andamento. A inspeção serviu para ver in loco a área a sofrer intervenção e ouvir os representantes da sociedade feirense em possíveis intervenções a serem feitas, desde que adequadas ao valor estimado da obra, que é de 297 milhões de reais. O consórcio responsável é o Terrabrás/Amorim/ Barreto/Basitec.

Duplicações viabilizarão melhor fluxo de veículos

Segundo Zé Neto, “esse movimento que está aqui do DNIT hoje é fruto de um consenso importante na cidade, que é o de buscar um diálogo mais acompanhado e celeridade no que concerne às obras, intervenções estas que representam grandes gargalos na cidade”. Sobre o Contorno Norte, o deputado pontuou que “analisando o anteprojeto, estamos prevendo uma possível complicação ali nas imediações do viaduto que liga a Avenida Nóide Cerqueira à Avenida Getúlio Vargas, pois o viaduto tem somente duas pistas, e com o fluxo de veículos convergindo naquela direção, é necessário reavaliar o tipo de intervenção a ser feita”.

Na entrada do bairro Santo Antonio dos Prazeres, é possível que também sejam construídos dois elevados, onde o trafégo local passará por baixo. A região terá um grande fluxo de veículos por conta da obra da Lagoa Grande, que logo será um vetor de convergência destes, na medida em que interliga todos os bairros da redondeza, além do crescimento do Aeroporto da cidade, que aumentará o fluxo no trânsito da região.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br