Senador Otto Alencar alerta para “enterro do rio São Francisco”

Senador Otto Alencar atua na defesa da revitalização do Rio São Francisco.

Senador Otto Alencar avalia que governo ‘jogará fora’ R$ 9 bilhões se fizer transposição sem revitalização.

O governo federal “jogará fora” R$ 9 bilhões se insistir em fazer a transposição de águas do São Francisco sem a revitalização do chamado rio da integração nacional. A advertência foi feita nesta quinta-feira (28/05/2015), da tribuna do Senado, pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), para quem a falta de providências nesse sentido poderá resultar no “enterro do rio São Francisco”.

Otto Alencar afirmou que vários afluentes do rio, tanto na Bahia como em Minas Gerais, estão morrendo e se transformando em caminhos de areia. Como a oferta de água está diminuindo – a vazão do São Francisco caiu à metade em consequência desse fenômeno – e o consumo deverá aumentar com a transposição das águas, o senador acredita que o resultado não será bom.

Em aparte, o senador Walter Pinheiro (PT-BA) sugeriu que o governo utilize os recursos da transposição na revitalização do rio. Também em aparte, o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) disse que as obras da transposição são fundamentais para a segurança hídrica do Nordeste e, por isso, não podem ser descontinuadas.

Em resposta a Garibaldi, Otto Alencar disse que não é contra a transposição, mas afirmou que esse tipo de obra deve ser precedido da revitalização. O senador baiano defendeu, a propósito, seu projeto de lei que veda a transposição de águas de bacias hidrográficas sem a comprovação de prévia revitalização integral do rio e de seus afluentes.

Esse projeto (PLS 250/2015) foi distribuído às comissões de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), nesta para decisão terminativa.

*Com informações da Agência Senado.

 

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br