Salvador: show de Elba Ramalho e clima familiar levam milhares de baianos e turistas ao Pelourinho

Show da cantora Elba Ramalho.

Cena do show da cantora Elba Ramalho.

Quem esteve no Terreiro de Jesus e no Largo do Pelourinho para curtir os festejos do São João da Bahia, neste domingo (21/06/2015), pôde conferir de perto grandes apresentações. Famílias e grupos de amigos se divertiram com grandes atrações, como a cantora Elba Ramalho e a banda Cangaia de Jegue, que se apresentaram no palco montado no Terreiro de Jesus, onde os shows tiveram início às 16h.

Para o vocalista da banda Cangaia de Jegue, Norberto Curvelo, que no sábado (20) fez show em Amargosa, o Pelourinho tem um tempero especial. “Tocar aqui no Pelourinho é sempre diferente. A energia daqui é contagiante. Se algum músico por algum momento entrar triste, pode ter certeza que vai sair radiante. O público canta as músicas, participa, e é possível ver o olho brilhar. A gente fica muito feliz de participar de uma festa como essa”, ressaltou.

A atração mais esperada da noite, a cantora Elba Ramalho, enfatizou sua satisfação por se apresentar no Centro Histórico. Segundo a artista, o local promove a inclusão social durante as festas. “É um prazer enorme voltar a Salvador para uma festa que eu tanto gosto e que o baiano gosta tanto também. Gosto muito de fazer shows aqui por ser um lugar aberto. A festa no Pelourinho se torna acessível a todos e isso é muito importante”, destacou.

Ao longo de toda a madrugada, dezenas de milhares de pessoas se revezaram pelos espaços do São João da Bahia na capital, que hoje também tem programação no bairro de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

Turistas

O alemão Thomaz Lingnam, a mulher e filha, que faz capoeira na Alemanha, chegaram a Salvador neste domingo e não sabiam que iriam encontrar o São João. “Eu já havia ouvido falar desta festa, mas foi uma surpresa, não imaginava que era agora. Gostamos muito daqui, com uma decoração impressionante, uma cultura viva, a música, principalmente o forró que eu já conhecia, mas assistir aqui é diferente. É muito bom poder conhecer e participar disso”.

De São Paulo, os professores universitários aposentados Mário Pellegrini e Wanderlei Acca vieram à Bahia especialmente para o São João. “Esta é uma festa muito peculiar que no Sul e no Sudeste está morrendo. Tudo no São João me agrada, as quadrilhas, as comidas, e aqui em Salvador ainda temos a praia e o espírito baiano. Por isso sempre viemos aqui, em várias ocasiões. Mas a festa que eu mais gosto é o São João”, afirmou Mário. Wanderlei disse que já precisou de suporte ao turista, em uma de suas vindas à capital baiana. “Perdi meus documentos, justamente em uma festa de São João aqui em Salvador. Precisei fazer uma ocorrência e fui bem atendido, não tive problemas”, destacou.

Segurança

Os pontos de acesso aos locais onde a festa está sendo realizada estão sendo monitorados pela Polícia Militar, com detectores de metais. O Corpo de Bombeiros também está a postos para atender possíveis ocorrências. Segundo o tenente-coronel Walter Menezes, comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar, a corporação está recebendo reforço do Batalhão Turístico, da Cavalaria, do Esquadrão Águia, da Polícia Ambiental, entre outros órgãos. “Ontem foram mais de 40 mil pessoas e não tivemos nenhum fato grave. O Pelourinho todo está de braços abertos para turistas, para baianos e para as famílias”. Segundo o comandante, este ano a festa está começando mais cedo, às 14h. “A recomendação para quem vier é colocar o carro em local autorizado, nos três estacionamentos privados e, se for beber, venha de táxi ou de ônibus”.

O Corpo de Bombeiros da Bahia também está atuando para garantir a segurança durante a festa. A supervisora do serviço do 1º Grupamento de Bombeiros Militares, Ana Fausta, informou que a corporação disponibilizou 26 homens equipados para atender à população. “Nós distribuímos os grupamentos que atuam em diversos locais como socorristas. Qualquer pessoa que tenha um mal súbito, por exemplo, nós prestamos os primeiros socorros e encaminhamos à ambulância, quando necessário. As pessoas podem se divertir em paz, quem precisar dos Bombeiros pode ligar 193, pode nos acionar na sede da Polícia Militar ou se dirigir diretamente para nossos grupamentos que estão atuando na festa”, informou Fausta.

Outras publicações

EMBASA apresenta balanço da gestão dos últimos quatro anos A Embasa, Empresa Baiana de Águas e Saneamento, reúne, nesta quinta-feira (16/12/2010), no Hotel Othon Palace, em Ondina, parceiros e colaboradores de...
Cesta básica fica mais cara em 15 de 17 capitais brasileiras. Em Salvador, o preço foi R$ 205,11, indicando estabilidade O valor dos itens essenciais na mesa do brasileiro subiu no mês de novembro, em relação a outubro, em 15 das 17 capitais onde o Departamento Intersind...
Livro sobre Mestre Curió será lançado no forte de Santo Antonio O Forte de Santo Antônio Além do Carmo sedia nesta sexta-feira (21/01/2011), às 19h, o lançamento do livro ‘Histórias e Recordações da Vivência de Mes...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br